Nick Pope alerta que chegada dos alienígenas pode ocasionar uma guerra

dnot_10055

Ex-funcionário do Ministério da Defesa britânico afirma, contudo, que se conduzido racionalmente esse evento pode ter um efeito de união sobre a humanidade

Nick Pope foi funcionário do Ministério da Defesa britânico (MoD) entre 1991 e 1994, analisando ocorrências ufológicas no chamado UFO Desk. O encargo lhe rendeu o apelido de “verdadeiro Fox Mulder”, em alusão ao personagem do seriado de imenso sucesso Arquivo-X. Desde então ele tem sido um dos mais eloquentes defensores da abertura ufológica, tendo inclusive denunciado de forma contundente que os governos sabem muito mais do que se pensa a respeito.

Recentemente, falando a respeito do lançamento para o mercado doméstico do filme A Chegada, que concorreu ao Oscar e mostra várias naves alienígenas surgindo sobre a Terra, além dos esforços para comunicação com os visitantes, Pope foi enfático ao dizer que nenhum governo está preparado para a chegada de alienígenas ao nosso planeta, muito menos para uma possível invasão. Ele disse: “Não há plano de contingência, pelo que sei. A resposta do governo se questionado a respeito seria: ‘Consideramos isso algo muito pouco provável’. Mas por que não ter um plano mesmo que para algo com uma chance tão remota de acontecer?”.

Nick Pope descarta a possibilidade de uma invasão como a retratada no livro A Guerra dos Mundos de H. G. Wells, referindo-se somente à chegada, de forma aberta e possivelmente em massa, dos extraterrestres. Ele defende que equipes de cientistas e militares possam estar preparados para se comunicar com os visitantes. Pope afirma que isso é ainda mais importante pelo fato de eles, vindos de outros sistemas solares, serão certamente muito superiores a nós tecnologicamente. E o britânico ainda alerta que mesmo a chegada pacífica dos alienígenas poderia ocasionar um conflito global, com governos e corporações tentando obter a tecnologia extraterrestre como um meio de obter supremacia tecnológica e política.

CHEGADA DOS ALIENÍGENAS PODE, PELO CONTRÁRIO UNIR A HUMANIDADE

 

 

CRÉDITO: ARQUIVO

Nick Pope

Nick Pope

 

 O britânico afirma: “O país que controlar a tecnologia alienígena poderá se tornar líder mundial por muitos anos”. Porém, Nick Pope se mostra mais otimista que esse sinistro alerta, defendendo que, ao contrário, o impressionante evento da chegada dos extraterrestres pode na verdade ter o efeito de unir a humanidade. “A chegada dos alienígenas pode nos convencer que existem mais elementos que nos unem do que nos separam. Então não fuja desesperado ou tente atirar em uma nave alienígena. Deixe que algumas das melhores mentes do planeta descubram o que deve ser feito”.

Filme sobre contato alienígena é candidato ao Oscar

Emergem mais detalhes sobre a Batalha de Los Angeles

Nick Pope fala sobre seu trabalho com UFOs para a BBC

Winston Churchill escreveu artigo sobre a vida extraterrestre

Nick Pope e a suposta preparação para um contato alienígena

Pesquisador denuncia que governo britânico ainda esconde fatos ufológicos

Ministério da Defesa Britânico acusado de acobertamento

 

http://www.ufo.com.br/noticias/nick-pope-alerta-que-chegada-dos-alienigenas-pode-ocasionar-uma-guerra

Carl Jung acusou a Força Aérea norte-americana de acobertar informações sobre UFOs

dnot_10051

Carl Jung, uma das primeiras pessoas com credibilidade e reputação a denunciar o acobertamento de informações sobre UFOs

Conhecido psicanalista analisou a questão ufológica do ponto de vista psicológico, e órgãos de Inteligência temiam seu envolvimento e de outras personalidades com o assunto

Os documentos liberados recentemente pela Agência Central de Inteligência (CIA) continuam a repercutir fortemente, com mais revelações surpreendentes vindo à tona de tempos em tempos. Os papéis permitem traçar um panorama de como o governo norte-americano lidou com o Fenômeno UFO e as pessoas nele interessadas. Um exemplo é o famoso caso ocorrido sobre Washington em 1952, que obrigou o próprio presidente na ocasião, Harry Truman, a responder aos questionamentos da imprensa. Em seguida o assunto dos UFOs foi envolvido em uma cortina de segredos ainda mais espessa do que antes.

Documentos mais recentes mostram como a questão ufológica foi classificada dentro dos chamados Programas de Acesso Especial, tão sensíveis que não precisavam passar por supervisão do Congresso. Roscoe Hilenkoetter, antigo chefe da CIA, chegou a afirmar: “Nos bastidores, oficiais de alta patente da Força Aérea (USAF) estão muito preocupados com os UFOs. Mas por meio do segredo oficial e os programas para ridicularizar o assunto, muitos cidadãos estão sendo levados a acreditar que os discos voadores são uma bobagem”. E, mesmo diante da maior abertura de hoje e a farta utilização da Lei de Liberdade de Informações, há fartas evidências que o governo ainda oculta a maior parte do que sabe da população.

Um novo documento comprova ainda o temor dos organismos de Inteligência quanto a figuras públicas e de elevada reputação se interessarem pelos UFOs. Um desses papéis é de autoria de certo Fred A. Kirsch. Ele destaca o interesse do famoso psiquiatra e psicanalista Dr. Carl Gustav Jung pelos discos voadores, além de suas acusações de que a USAF acobertava evidências a respeito. Kirsch aponta que Jung não foi a primeira pessoa de elevada integridade e reputação a fazer tais acusações, mas na época era meramente a mais recente. O documento prossegue: “Essas acusações foram feitas também pelo almirante Demar Fahrney, ex-diretor do programa de pesquisa naval de mísseis guiados, e por Roscoe Hilenkoeter, ex-chefe da CIA. Se fosse apenas Jung que fizesse as acusações poderíamos tratar como mera bobagem. Mas quando um grande número de pilotos, operadores de radar e outros observadores treinados afirmam que os UFOs são reais, precisamos fazer uma séria reavaliação da situação”.

ANALISANDO A QUESTÃO PSICOLÓGICA DOS UFOS

 

 

CRÉDITO: ARQUIVO

Flying Saucers: A Modern Myth of Things Seen in the Sky, livro de Carl Jung

Flying Saucers: A Modern Myth of Things Seen in the Sky, livro de Carl Jung

 

 O documento comprova a preocupação da CIA com o envolvimento de pessoas altamente capacitadas e de elevada reputação e credibilidade com a questão ufológica. O Dr. Carl Jung sem dúvida levava em conta a possibilidade de que boa parte dos UFOs fossem naves extraterrestres em visita a nosso planeta, e especulou a respeito em seu livro Flying Saucers: A Modern Myth of Things Seen in the Sky. Jung estudou os UFOs por mais de uma década, e disse: “Não posso afirmar se eles existem ou não, e sei que estou arriscando minha reputação duramente conquistada, além de minha confiabilidade e capacidade de julgamento científico”.

Ele também disse que analisou um número considerável de casos, incluindo duas testemunhas que conhecia pessoalmente. Carl Jung chegou à conclusão de que não era um rumor, e sim que algo estava acontecendo, e disse: “O que me espanta é que a Força Aérea norte-americana, apesar de toda informação que possui e alegando seu temor em criar pânico, trabalha sistematicamente nessa direção, como se fosse a Guerra dos Mundos de Orson Welles em 1938. Eles nunca publicaram um relatório dos fatos autêntico e honesto, e somente de forma ocasional permitiram que alguma informação fosse obtida por jornalistas”.

Leia o documento da CIA falando sobre Carl Jung

CIA libera milhões de páginas de documentos secretos

Estranhos documentos encontrados nos arquivos da CIA

CIA espionou líderes indianos, investigou UFOs e culto no oriente

Perseguição do avião da Azul por UFO evidencia o controle militar do espaço aéreo

Documentos ufológicos da CIA são destaque na imprensa

Grupo Cefora consegue na Argentina nova liberação de documentos

Documentos vazados comprovam negociações sobre UFOs na ONU em 1978

A verdade sobre a liberação de documentos da USAF

Saiba mais:

Livro: Roswell: Novas Revelações

 

 

CRÉDITO: REVISTA UFO

Roswell: Novas Revelações

Roswell: Novas Revelações

 

 O caso ufológico que dá origem a este livro é o mesmo que serviu de pretexto, quase sete décadas atrás, para a implantação da política governamental de acobertamento da presença alienígena na Terra. Foi imediatamente após a queda de um disco voador na cidade de Roswell, no meio do Deserto do Nevada, que as autoridades norte-americanas tomaram conhecimento de sua procedência extraterrestre e de sua elevada tecnologia. Roswell: Novas Revelações vai a fundo nesta questão e expõe todas as suas características com clareza, após décadas de pesquisas do autor e centenas de depoimentos de testemunhas civis e militares. Donald Schmitt é um dos maiores especialistas no Caso Roswell em todo o mundo. Foi diretor de investigações do Center for UFO Studies (CUFOS), fundado décadas atrás pelo pioneiro J. Allen Hynek.

DVD: UFOs nos Arquivos Secretos

Misteriosas emissões de rádio podem ser de alienígenas impulsionando naves estelares

dnot_10050

Nova teoria científica aponta que alienígenas poderiam impulsionar imensas naves através das misteriosas emissões captadas

Teoria foi apresentada por cientistas para explicar sinais de rádio até agora não explicados

O fenômeno das rajadas rápidas de rádio (FRB), primeiro detectado em 2007, ainda permanece sem explicação. Um total de 20 dessas emissões já foi detectada, e cada uma dura somente frações de segundo e libera em média tanta energia quanto o Sol produz em 10.000 anos. Além disso, parecem ser provenientes de galáxias situadas a bilhões de anos-luz de distância. Tem sido difícil estudar as FRBs, pois não se sabe exatamente onde e quando podem surgir, sendo descobertas de forma fortuita.

Agora acaba de ser aceito para publicação no The Astrophysical Journal Letters um artigo de Avi Loeb, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica e Manasvi Lingan, da Universidade Harvard, apresentando a possibilidade de as FRBs sejam transmissões de civilizações alienígenas para propulsionar imensas naves interestelares. Loeb comentou: “Rajadas rápidas de rádio são incrivelmente brilhantes diante de sua curta duração e origem a grandes distâncias, e não identificamos ainda uma possível fonte natural com alguma confiança”. Os dois cientistas apresentaram a hipótese de uma origem artificial para as FRBs, no caso um gigantesco transmissor de rádio construído por alienígenas inteligentes.

Eles calcularam que um transmissor abastecido com energia solar poderia criar sinais como as FRBs, com potencial de serem captados através do Cosmos. Contudo, seria necessário um dispositivo de captação ou conjunto de painéis solares com uma área equivalente ao dobro da Terra para gerar a potência necessária. E a estrutura alvo poderia ser refrigerada à água, eliminando assim o risco de ser derretida pela potentíssima emissão. Assim, Lingam e Loeb determinaram que um transmissor gigante como esse é tecnologicamente possível, embora ainda esteja muito distante da atual capacidade técnica terrestre.

IMENSAS NAVES PARA PERCORRER ENORMES DISTÂNCIAS

CRÉDITO: GEMINI OBSERVATORY

A fonte de uma das FRBs, a 3 bilhões de anos-luz de distância

A fonte de uma das FRBs, a 3 bilhões de anos-luz de distância
 Os alienígenas construiriam tal estrutura para impulsionar naves interestelares a velocidades espantosas. Esses veículos seriam dotados de enormes velas solares ou velas de luz, impulsionadas por prótons da mesma forma que veleiros em nossos oceanos o são pelos ventos. Protótipos de velas de luz já foram experimentados em órbita da Terra, e são a principal proposta do Projeto Breakthrough Starshot, do qual um dos participantes é o astrofísico Stephen Hawking, para enviar em poucas décadas frotas de minúsculas naves aos sistemas solares mais próximos do nosso. A dupla de cientistas calculou que um transmissor potente o bastante para gerar sinais como as FRBs poderia impulsionar uma nave de um milhão de toneladas ou mais, e Lingam comentou: “Isso é grande o suficiente para transportar passageiros vivos através de distâncias interestelares, ou mesmo intergalácticas”.

A humanidade consegue captar somente traços que “vazam” desses poderosos feixes de energia, pois suas fontes estão em constante movimento em relação à Terra. Eles também calcularam que se os extraterrestres são responsáveis pela maior parte das FRBs, e em relação ao número de planetas potencialmente habitáveis na Via Láctea, estimado em dez bilhões, então o número médio de civilizações alienígenas em uma galáxia como a nossa seria de 10.000. Eles reconhecem a natureza especulativa do estudo, e não afirmam que as FRBs são produzidas por alienígenas, mas sim que essa é uma hipótese digna de estudo. Loeb complementa: “A ciência não é uma questão de acreditar, mas sim de conseguir evidências. Decidir o que é provável antes do tempo limita as possibilidades. Vale a pena apresentar ideias e deixar que os fatos sejam os juízes”.

Leia o estudo de Lingam e Loeb

Sinais misteriosos captados via rádio intrigam a comunidade científica

Cientistas rastreiam origem de misteriosa rajada de ondas de rádio

Stephen Hawking lança Projeto Starshot para viagens interestelares

China pretende ser a primeira nação a detectar vida alienígena

Cientistas ainda debatem o mistério da estrela KIC 8462852

Novo propulsor que pode revolucionar as viagens espaciais parece funcionar

Descoberta de sete exoplanetas revoluciona busca por vida alienígena

Descoberta histórica! Arqueólogos descobrem estatua gigante com crânio alongado no Egito!

Disso Você Sabia ?

Uma equipe internacional de pesquisadores alemães e egípcios recuperou uma surpreendente estátua de quartzito de oito metros que foi encontrada em um poço em um bairro da capital egípcia, Cairo. De acordo com o Ministério da Cultura, se a estátua é o que os arqueólogos suspeitam que seja então pode ser apenas uma das descobertas mais significativas na história egípcia.


A estátua intrincada, que claramente descreve um governante, foi encontrada na região que uma vez esteve nas sombras do templo de Ramses II na cidade antiga de Heliopolis, que se encontra no leste do moderno Cairo. De acordo com o chefe da equipe arqueológica egípcia, os arqueólogos estão atualmente concluindo suas pesquisas e escavações do local, a fim de confirmar quem a estátua retrata.

ARQUEÓLOGOS RECUPERAM UMA DAS DESCOBERTAS MAIS SIGNIFICATIVAS DA HISTÓRIA EGÍPCIA

Os arqueólogos ainda não encontraram nenhuma inscrição na estátua que identificaria definitivamente quem era o antigo rei…

Ver o post original 244 mais palavras

Denunciantes revelam: O governo oculta a existência de tecnologias extraterrenas super avançadas

Alienígenas com tecnologia super avançada é apenas uma teoria da conspiração? É apenas a nossa imaginação? Nos filmes de Holywood encontramos constantemente com esse tipo de informação o tempo todo …


Evidência de tal tecnologia existe! Só se tomarmos o testemunho de todos os oficiais militares, oficiais do governo e cientistas, podemos ver que temos provas mais do que suficientes para sustentar todas essas alegações. A teoria da conspiração OVNI não é apenas uma teoria, mas um fato. OVNIS (objetos voadores não identificados) e visitantes extraterrestres estão sendo reprimido por vários governos e políticos em todo o mundo. Muitos governos estão em comunicação e cooperação com extraterrestres, apesar de reivindicações públicas alegarem o contrário, e alguns governos estão permitindo abduções alienígenas por mais surreal que isso possa parecer para os céticos. Funcionários do governo declararam abertamente que pensam que a evidência de OVNI está sendo mantida em segredo. Governos fizeram acordos secretos e tomaram uma pequena parte dessa tecnologia para seu benefício, eles continuam mantendo o secredo para nos proteger (sim claro) ? É para o nosso próprio bem? Apenas olhe estas 4 teorias da conspiração sobre a tecnologia extraterrestre super avançada que existem a anos e ocultam de nós!

Confira:

http://www.semprequestione.com/2017/03/denunciantes-revelam-o-governo-oculta.html

Novas evidencias sugerem que os seres humanos não são da terra e que ETs avançados nos jogaram aqui

Dr. Ellis silver apresentou uma hipótese muito incomum que sugere que os humanos não evoluíram ao lado das outras espécies na Terra , mas sim chegaram a este planeta, totalmente evoluídos na forma homo sapiens entre 60.000 e 200.000 anos atrás.

 

ACADÊMICO SUGERE QUE OS SERES HUMANOS NÃO EVOLUÍRAM NO PLANETA TERRA

A teoria do Dr.Silver se baseia no fato de que os seres humanos exibem alguns problemas incomuns que não se encontram entre os membros do reino animal, e o que ele sugere é que o corpo humano não evoluiu para lidar com as condições no planeta Terra. “A humanidade é, supostamente, a espécie mais altamente desenvolvida do planeta, ainda é surpreendentemente inadequada e mal equipada para o ambiente da Terra”, diz ele. Ele aponta de que os seres humanos sofrem de problemas nas costas, o que ele sugere aponta ser que os seres humanos evoluíram em um mundo com uma força gravitacional mais baixa. Mais convincente, os seres humanos são sensíveis à luz solar sobre este mundo e desenvolvem queimaduras solares, se forem expostos a ela por muito tempo. Os seres humanos também têm uma aversão natural a certo tipo de alimentos, desenvolvem maior número de doenças crônicas do que qualquer outro animal no planeta e têm mais dificuldade e experimentar mais dor durante o parto do que qualquer outra criatura. 

Ao especular sobre a forma como os seres humanos acabaram neste planeta depois de evoluir em algum outro lugar do universo, Dr. silver sugere que a espécie não viajou voluntariamente. Ele sugeriu que os seres humanos foram banidos de outro planeta e confinados à Terra, que foi utilizado como um planeta prisão. Ele disse que é improvável que uma raça alienígena altamente avançada iria tolerar as disposições violentas naturais de seres humanos. Talvez seja o caso de que os seres humanos serão devolvidos ao seu ambiente natural após suas propensões para a guerra e destruição cessarem e ets mais poderosos considerem a espécie segura mais uma vez. Igualmente, pode ser verdade que os seres humanos foram encontrados por serem irremediavelmente violentos e problemáticos e que a espécie deve ser excluída do mundo alienígena avançado em uma base permanente.

http://www.semprequestione.com/2017/03/novas-evidencias-sugerem-que-os-seres.html

Antigas Civilizações (subterrâneas) da Terra negociam com Aliança SSP (1)

A existência de um programa espacial secreto (SSP-Secret Space Program) foi meticulosa e cuidadosamente escondida do público norte americano, e do mundo em geral, por mais de 75 anos. Como você sabe, se você frequenta este site ou leu nossa série semanal de Divulgação Cósmica, nós vivemos em um mundo que está muito além dos limites da imaginação da maioria das pessoas presas ao “consciente de massa” em que eles imediatamente classificariam minhas experiências como mera ficção. Parte I

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

REUNIÃO DO CONSELHO DE ANTIGAS CIVILIZAÇÕES (SUBTERRÂNEAS) DA TERRA E MEMBROS DO SSP-PROGRAMA SECRETO ESPACIAL – PARTE I – “A TERRA, UMA COLMÉIA DE ABELHAS”

Fonte: https://spherebeingalliance.com

A maioria dos entusiastas e pesquisadores do assunto UFO acredita que o governo dos EUA adquiriu capacidade de ter espaçonaves operacionais do acidente de uma nave extraterrestre de Roswell em 1947 – há quase 70 anos atrás (em julho de 1947). Muitos também acreditam que estas espaçonaves sofreram engenharia reversa de sua tecnologia com sucesso, dando a capacidade aos militares dos EUA de navegar sem esforço por todo o nosso sistema solar – e além.

Mesmo com a crua tecnologia de foguetes com propulsão à fissão da década de 1960, fomos capazes de enviar pessoas para a Lua, no Projeto Apollo e dirigir rovers em torno da superfície lunar. No entanto, as pessoas ainda tem um enorme e grave bloqueio mental para aceitar de que nossas próprias espaçonaves obtidas por engenharia reversa nos levam para a Lua, Marte e outros lugares, e foram usadas para construir bases permanentes lá com materiais locais.

É possível que um programa secreto espacial poderia ter existido sem que nós nada soubéssemos sobre ele? Absolutamente SIM.

O Projeto Manhattan desenvolveu a bomba nuclear. Esteve em operação por sete anos, empregava bem mais de 120.000 pessoas, recrutou várias instalações secretas em todo o território dos Estados Unidos, e quase nenhum de seus próprios funcionários sabia no que eles estavam trabalhando até que as bombas atômicas detonassem.

Lembre-se: nenhuma pessoa no Manhattan Project falou. Nenhuma. Nunca. A pena por falar fora era aterrorizante o suficiente para garantir a conformidade e segredo completo. Portanto, é absolutamente possível que a existência de um programa espacial secreto ainda mais avançado poderia ter sido gerado, em uma escala muito maior, e ainda existir até hoje – sem qualquer consciência pública.

Deixe-me assegurá-lo: o Programa do Espaço Secreto [ SSP ] é um fato absoluto. As bases estão lá fora, na Lua, em Marte …. Eles são vastos em tamanho, escopo e tecnologia. Nosso planeta está agora desintegrando-se em uma Grande Depressão, porque a maioria de nossa riqueza planetária foi dragada (pelo Complexo Industrial Militar) para construir esta vasta infra-estrutura de operações interplanetária.

Será que custou à NASA US$ 209 bilhões de dólares para lançar o ônibus espacial algumas vezes por ano? Não. Os bombardeiros Stealth realmente custaram US$ 2 bilhões de dólares cada um para serem construídos? Não. O Pentágono realmente “perdeu” US$ 2,1 trilhões de dólares, como Donald Rumsfeld anunciou no dia anterior ao 11 de Setembro? Não.

Tenho visto as vastas e brilhantes instalações que nosso dinheiro construiu com meus próprios olhos – através das janelas e painéis transparentes dessas naves espaciais avançadas. Eu desembarquei dessas espaçonaves e andei com minhas próprias pernas nessas bases. Eu conheci as pessoas que vivem e trabalham lá. Eu vi seus rostos e lhes falei exatamente como eu estou falando com vocês agora.

Ilustração com base em testemunho ocular © Copyright 2015 TheObjectReport.com | Alta Resolução Imagem. O Almirante Roscoe Hillenkoetter foi o primeiro diretor da CIA, e foi também um membro de uma organização de pesquisa UFO, o Comitê Nacional de Investigações de Fenômenos Aéreos (NICAP). Em 1960, o New York Times relatou que Hillenkoetter tinha enviado uma carta ao Congresso que incluía a seguinte declaração: “Nos bastidores, oficiais de alta patente da Força Aérea estão sobriamente preocupados com fenômeno UFOs Mas através de segredo oficial e do ridículo, muitos cidadãos são levados a acreditar que os desconhecidos objetos voadores não fazem sentido“. Embora Hillenkoetter lutasse pelo fim do sigilo UFO, ele finalmente parou de comentar sobre o assunto. Alegados documentos secretos que vazaram para ufólogos listam Hillenkoetter como um membro do grupo Majestic 12, uma organização composta de altos oficiais militares das forças armadas e civis criado pelo presidente Truman para gerenciar inicialmente a questão UFO e nossas relações com extraterrestre. O MJ-12 foi o embrião do que mais tarde se tornou o GOVERNO (DE FATO) OCULTO DOS EUA.

Há milhões de outras pessoas, originalmente nascidas aqui na Terra, que têm compartilhado minhas experiências. Lamentavelmente, quase nenhum deles falou até agora – uma vez que a ameaça de fazê-lo pode muito facilmente ser letal, e é quase impossível para se voltar à Terra depois de entrar neste mundo.

Muitos têm sido uma parte deste mundo apenas para ser “em branco”, ter memórias de tela implantado, em seguida, voltou a viver vidas bastante mundanas. Algumas das pessoas que tiveram apagadas suas memórias destes programas e das suas experiências surpreendentes são alguns dos mais fortes céticos destes tópicos aqui comentados.

Nós rapidamente descobrimos que nosso próprio sistema solar está literalmente repleto de civilizações extraterrestres inteligentes – de muitos pontos (planetas de sistemas solares) de origem diferentes. Alguns deles são extremamente benevolentes, alguns são extremamente negativos e outros estão apenas visitando, sem realmente escolher um lado, são neutros. A razão pela qual tantos tipos diferentes tipos de UFOs foram vistos é que existem muitas, muitas civilizações diferentes operando em nosso espaço aéreo terrestre e nas imediações da Terra – com uma enorme diversidade de tecnologias disponíveis para eles.

O SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto) foi tomado e controlado por um aspecto muito negro de nosso planeta por algum tempo – um culto intergeracional extraterrestre que data de pelo menos desde o princípio do Império Romano (século III a.C). Muitos chamaram esses como os “Sindicatos Secretos do Governo (oculto) da Terra”, os Illuminati, a Cabala.

Seu principal negócio é a construção e desenvolvimento de tecnologia hiper-avançada – e eles começaram muito bem nisso. Por mais impossível que isso possa parecer, me disseram que agora estão envolvidos no comércio regular com mais de 900 diferentes civilizações extraterrestres inteligentes. Se alguém se apresentar com algo mais novo e melhor do que o antigo, eles encontrarão rapidamente uma maneira de adquiri-lo e produzi-lo em massa – não importa quão antiético ou brutal sejam os métodos necessários.

Desde que estes sindicatos secretos das trevas do governo da Terra têm crenças espirituais muito negativas seguidores do “LADO NEGRO” DA FORÇA), terminaram aliando-se com o grupo mais maligno, trevoso e o mais poderoso de todos – uma confederação de raças humanoides reptiliana conhecidas coletivamente como Dracos, cuja origem é a estrela/sol Thuban (Alpha Draconis), na Constelação do DRAGÃO (DRACO).

É um fato triste, mas preciso, que a grande maioria daqueles que se juntaram ao SSP são levados a tomar parte em situações brutais e aterrorizantes destinadas a garantir que nunca possam escapar e nunca falarão mesmo se o fizerem. Fui pessoalmente forçado a muitas situações que foram profundamente traumáticas e alteraram para sempre a minha perspectiva sobre a realidade. Vários anos atrás, foi formada uma aliança de dissidentes dentro deste grupo do SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto) para restaurar a paz e a liberdade em nosso planeta, e liberar as novas e maravilhosas tecnologias que estão sendo mantidas em segredo e retidos – mas eles enfrentaram e enfrentam grandes obstáculos e desafios.

Durante muitos anos, filmes de Hollywood, financiados por esses mesmos interesses corporativos, inundaram-nos com filme após filme sobre o assunto de uma “invasão alienígena” na Terra. Todos esses visitantes eram retratados como vilões terríveis e cruéis que devem ser destruídos a todo custo. Esses filmes foram destinados a semear nossa consciência coletiva com medo e terror – um ódio xenófobo de todas as civilizações inteligentes diferentes da nossa.

O plano era finalmente nos atingir em massa num evento estilo “Alien 11/9”, com a utilização de enormes armadas de espaçonaves do SSP obtidas pela engenharia reversa (um típico evento False Flag Attack, só que global). Neste caso, eles poderiam aniquilar quaisquer áreas opostas ou países que eles queiram – apenas destruiriam-nos até nivelá-los ao solo (ground zero). A fênix que esperavam renascer dessas cinzas de nossa civilização atual seria com a implantação de uma “Nova Ordem Mundial” global para lutar contra essa ameaça chamada “alienígena”.

Claro, que eles próprios controlariam acoisa toda. Esse era o plano, manipulação e controle total. No entanto, eles não perceberam que as civilizações (confederados, de diferente níveis de consciência, mas mais elevados do que nós, humanos da Terra) de extraterrestres benevolentes os mantiveram em uma teia muito apertada, e eles nunca seriam autorizados a realizar esses planos sinistros. Uma esfera gigante, do tamanho do planeta Netuno, visitou os planetas exteriores do nosso sistema solar já nos anos 80. Eles foram confrontados pelo pessoal do SSP que pediu para eles abandonassem nosso sistema solar, o que foi feito de bom grado. Mas muitas outras esferas começaram a aparecer no final dos anos 90 e no início dos anos 2000.

Em seguida, aproximadamente pelo ano de 2012, chegaram mais 100 esferas. Essas esferas eram de tamanho colossal – com três categorias de tamanho aproximadas correspondentes à Lua, Netuno e Júpiter em diâmetro de circunferência. Os seres associados a essas esferas eram muito avançados. Eles não necessitam de tecnologia para viajar pelo universo ou realizar qualquer um de seus objetivos. Mesmo para os ETs mais avançados em contato com nosso programa SSP, esses novos seres estão em um nível completamente diferente – e muito mais avançados.

Os integrantes do SSP acreditavam que os ETs benevolentes estavam vinculados por uma “Diretriz Primária” que os forçava a não interferir (O respeito total a LEI DE NÃO INTERFERÊNCIA). Por muitos anos, isso foi verdade. Como se verifica, a  “Diretriz Primária” sempre foi concebida para a nossa própria proteção – por isso estes grupos negativos E SERVINDO ÀS TREVAS nunca seriam capazes de conquistar e derrubar completamente o nosso planeta.

Duas das ESFERAS gigantescas são visíveis acima. Estas esferas gigantes foram capturadas próximas do nosso sol por câmeras no satélite SOHO LASCO em 14 de fevereiro de 2016.

David Wilcock trabalhou desde meados da década de 1990 para espalhar a palavra sobre a maior realidade em que vivemos, e ao longo do caminho entrou em contato com muitos insiders informantes de alto nível com um conhecimento surpreendentemente profundo desses assuntos classificados e altamente secretos.

Depois que comecei a revelar meu conhecimento a ele, e encontrar inúmeras conexões com o que outros insiders lhe disseram, uma montanha-russa selvagem de eventos imprevistos levou-me a avançar e revelar meu verdadeiro nome e identidade para o mundo – a um grande custo pessoal.

Apenas alguns meses depois disso, os seres dentro dessas esferas entraram em contato com a SSP e me pediram pelo nome. Eu não estava mais  trabalhando para eles durante muitos anos e este foi o evento que mais profundamente acabou alterando a minha vida pelo qual eu já passei desde que fui contactado pelos seres extraterrestres benevolentes Blue Avians um pouco mais de quatro 4 anos antes.

Protocolo e papelada foi jogado para o lado na medida que eu fui trazido de volta para um mundo que eu tinha abandonado e apenas tinha rara e brevemente mantido contato desde a década de 1980.

De repente, eu estava sendo convidado a falar em nome desses seres – Blue Avians da Aliança Esfera – como seu delegado. Isso incluiu endereçar o SSP, bem como um grupo de mais de 40 diferentes civilizações inteligentes extraterrestres conhecidas como a Super-Federação, que têm executado 22 programas genéticos diferentes sobre a humanidade durante milhares e milhares de anos.

Mais uma vez … Eu entendo que esta história parece extremamente rebuscada e inverossímel. Deixe-me lembrá-lo que eu tinha tudo a perder – incluindo um salário de seis dígitos por ano – e nada a ganhar por vir à público como um informante insider.

O trabalho de GaiaTV não me paga o suficiente para sustentar minha família. Só através de suas conscientes doações eu consegui continuar fazendo isso. As pessoas da Aliança SSP tinham um membro da equipe que estamos chamando de Tenente Coronel Gonzales, que tinha estado em contato com os seres da Aliança Esfera por cerca de quatro anos – aproximadamente o mesmo tempo que eu tinha estado.

Gonzales foi a escolha do pessoal do SSP para desempenhar uma função de seu delegado. Eu era um pária, que faltou ao treinamento e sem perícia para ser trazido em tal papel. Esse era o sentimento deles. Como resultado, eu fui ridicularizado e assediado quando fui trazido de volta ao seu mundo dos projetos espaciais secretos.

Tensões e situações foram criadas enquanto eles continuaram a procurar falhas em mim e me ver como indigno do papel que me foi designado. Suponho que é da natureza humana procurar defeitos de caráter em outros, particularmente se a alguém foi dada alguma posição de autoridade – independente de se querer ou não o trabalho.

Para compreender completamente o fundo de todas as minhas experiências, é necessário ler artigos anteriores neste site e / ou assistir a série de Divulgação Cósmica. Eu me encontrava em uma posição embaraçosa nas últimas semanas depois que eu tive algumas reuniões com o Conselho de Aliança SSP que se tornou muito aquecido e pessoal. Disseram-me, de plano, que não queriam que eu estivesse envolvido em futuras reuniões de delegação – e que Gonzales tinha provado ser muito mais hábil como diplomata do que eu.

Além disso, eu fiquei chateado com alguns dos membros da Super Federação, fornecendo informações detalhadas sobre alguns deles em nossa mais recente gravação Gaia TV na Divulgação cósmica , que ainda não foi ao ar. Ficou bastante claro que eles estavam tentando me forçar a sair da posição em que eu estava, e para Gonzales tomar o meu lugar.

Recentemente, a Sphere Being Alliance (Aliança Esfera) indicou de que eles não honrariam os pedidos do Conselho da SSP (SSP Alliance Council) e do Conselho da Super Federação para que eu fosse substituído. Isso levou a uma tensa e explosiva reunião onde eu realmente perdi a minha calma, bem como eles também. Houve gritos, agressões e imprecações. Eu não sou espiritualmente superior, e isso tem sido tão estressante para mim como tem sido para eles.

Nós tivemos um par de reuniões depois deste primeiro encontro explosivo onde as coisas se estabeleceram, e nós trocamos desculpas mútuas. Em última análise, todos nós queremos a mesma coisa – libertar a humanidade, e todo o nosso sistema solar, do governo destes sindicatos corruptos de humanos que servem as trevas do governo (extraterrestre) secreto da Terra  e os grupos (reptilianos de Draco) malignos que os têm controlado.

{Um excerto do Post: GRUPO BILDERBERG: MISTÉRIOS E CONTROLE ALIENÍGENA:

“Todos os funcionários do hotel estão, durante o evento, basicamente existindo para servir as necessidades dos participantes durante a reunião. Então, não foi incomum para o Sr. B lhe ser dada uma tarefa que ele então foi o responsável para executar. Inicialmente, ao Sr. B foi lhe recusada a entrada na sala de reuniões e ao mesmo tempo ele foi convidado para entregar a mensagem para outra pessoa. O Sr. B insistiu que ele estava sob estritas ordens para entregar a mensagem pessoalmente ao destinatário. Depois de alguma discussão acalorada, foi dada permissão ao Sr. B para entrar na sala de reuniões. É quando as coisas ficam muito bizarras:

“O Sr. B alegou, que ao entrar na sala, viu cerca de 24 (3×8) pessoas sentadas ao redor de uma grande mesa retangular. Eles estavam falando em meio a uma cacofonia de sons, nenhum dos quais era inteligível. Não se parecia com qualquer língua que o Sr. B tivesse ouvido falar antes. O Sr. B também não conseguia ver nenhum rosto dos que estavam sentados ao redor da mesa. Ele podia ver seus corpos físicos vestidos com seus ternos, e etc, mas os rostos estavam envolvidos em algo nebuloso, devido a algum tipo de neblina ou nevoeiro. O Sr. B relatou quehavia um campo de intensa energia que permeava e envolvia toda a sala – aquilo tudo era definitivamente muito incomum e ele sentiu como se fosse oriundo de outro mundo. O Sr. B sentiu um forte ressentimento sendo projetado em sua direção e sobre a sua indesejada presença. Ele foi dirigido para a pessoa a quem ele tinha que entregar a mensagem. O Sr. B entregou a mesma e prontamente deixou o local. Ele não tinha conhecimento do conteúdo da mensagem.”

Grupo BILDERBERG, uma das facções da ELITE QUE SERVE ÀS TREVAS e é controlada pelos alienígenas reptilianos DRACOS

“Logo após sair da sala, o Sr. B experimentou uma enorme dor de cabeça, que durou vários dias e ele teve que tirar uma folga por causa disso.” Essa “experiência” do Sr. B sugere que um elemento dentro do Grupo BILDERBERG tem uma composição e agenda de outro mundo.É muito provável que o Sr. B tenha assistido o misterioso Comitê Executivo do Grupo BILDERBERG em sessão ordinária, e que as pessoas que comandam o Grupo BILDERBERG podem estar em contato com e/ou são controladas por uma força externa de um outro PLANETA !!! (n.t. Ou nível de consciência, nesse caso das trevas ???). O que seria essa força sobrenatural? Nenhum dos principais pesquisadores do Grupo BILDERBERG trabalhou em cima desse elemento”. Fim de citação}

Como grupo, o SSP tem compartilhado idéias e orientação para ajudar a moldar meu próprio futuro, bem como o da humanidade como um todo, de uma maneira mais construtiva. Eu sou simplesmente o primeiro de muitos insiders informantes que estarão vindo à público e revelando o escopo total do que existe secretamente por muito tempo.

Como eu disse antes, a NSA-National Security Agency (Agência de Segurança Nacional)  possui um vasto tesouro de documentos sobre o SSP para fins de chantagem. Edward Snowden capturou todos esses dados em seu corte épico. A criptografia foi quebrada muito recentemente.

Uma vez que o público esteja ciente e irritado o suficiente para ouvir e conhecer a verdade, como no rescaldo de um colapso econômico altamente perturbador, esta documentação será lançada em um vasto dumping de informações secretas. E transformará completamente a realidade como a conhecemos em questão de alguns dias apenas.

A sociedade após o DAD ou “Day After Disclosure” (o Dia após a Divulgação) será tão radicalmente diferente que cada filme, cada programa de TV, cada blog, cada vídeo do YouTube, cada livro, cada artigo, tudo a partir de antes do evento será tão antigo e pitoresco como um filme mudo em preto e branco com uma trilha sonora arranhada e com música de piano.

Vamos perceber o incrível escopo de decepção que trabalhou contra nós não centenas, mas literalmente milhares de anos. Será um tempo de dor e de cura, à medida que formos forçados a aceitar a verdade do nosso passado e finalmente vamos dirigir nossa atenção para a co-criação de um futuro muito maior e mais brilhante. Nessas mesmas reuniões, descobri que Gonzales tinha participado de algumas conferências da Super Federação sem meu conhecimento. Ele também participou de um conselho recém-formado de antigas civilizações separatistas da Terra.

Temos agora acesso através do Complexo Industrial Militar {através dos “Smart Glass Pads”– (Pastilhas de vidro inteligentes), que é uma nova tecnologia obtida dos ETs que exibe imagens no que parece ser um simples pedaço de plexiglass. Eles também são dispositivos pessoais usados para transmitir informação, música e filmes.}

Eu estava ciente de que civilizações avançadas tinham vindo e desaparecido da superfície da Terra em nosso passado distante. Eles usaram sua própria tecnologia avançada para transformar (Terraforming) vastos bolsões dentro da Terra com todos os confortos que uma residencia necessita. Isto forneceu-lhes uma barreira protetora contra todos os seus inimigos, naturais e (outros) extraterrestres, que os ameaçavam na superfície – incluindo cataclismas e desastres naturais recorrentes e cíclicos.

Durante o meu tempo de serviço no SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto), eu tinha acesso a “smart-pads de vidro” que eram semelhantes a um IPad, que revelou algumas das civilizações que vivem e guerreiam dentro da terra. Algumas delas eram mais humanas e familiares, enquanto outras eram reptilianas. Uma raça particularmente desagradável era chamada de Raptors, era formada por répteis hediondos, com uma pluma de penas escorrendo por suas costas.

Este Conselho das Antigas Civilizações da Terra, por comparação, era composto de grupos mais humanos. Eles estavam cientes de algumas das outras facções opostas, mas não estavam em aliança com eles. Os grupos humanos decidiram resolver suas diferenças uns com os outros por necessidade após um aumento de conflitos com vários outros grupos subterrâneos.

Fui informado de que estaria participando de reuniões com este Conselho das Antigas Civilizações da Terra num futuro próximo. Isso me deixou muito animado e aguçou a minha curiosidade. Ao mesmo tempo, essas reuniões me trouxeram cara a cara com grupos altamente negativos, incluindo os Dracos “Royal White” (reptiliano Branco Real), então eu sempre tenho um certo sentimento de medo ao enfrentar novas experiências desse tipo.

Não muito tempo depois que eu descobri que eu estaria encontrando este novo e imprevisto grupo, eu fui contatado e me foi informada a dada a hora para quando aconteceria o encontro. Não recebi nenhuma outra informação sobre os grupos que eu iria encontrar ou o que esperar, fato com que eu comecei a me acostumar. Na data da reunião eu esperava viajar através de um orbe azul, como eu faria normalmente para qualquer reunião. Não é assim que as pessoas do SSP costumam viajar por qualquer meio. É um sistema de portal usado pelos seres da Sphere Alliance que parece envolver o uso de um ser vivo e consciente – o orbe azul – como facilitador de uma viagem quase instantânea aonde quer que eu precisasse ir.

Reprodução de um ser extraterrestre reptiliano, um Draco Royal White, com cerca de 4,25 metros de estatura, espécie no topo do comando do governo oculto da Terra. Sua origem estelar é o sol Thuban, na Constelação de DRACO  (dragão)

Eu me assegurei de que eu estivesse acordado e fora da cama na hora certa, no meio da noite. Eu esperava experimentar o procedimento de viagem que agora se tornou uma ocorrência normal. Passaram dez minutos e nada aconteceu. Fui para minha sala. Fiquei na sala por mais alguns minutos e nada aconteceu. Houve momentos no passado em que as reuniões foram agendadas e elas simplesmente nunca ocorreram, e só mais tarde eu descobriria que houve interferência ou problemas que exigiram seu atraso.

Eu decidi que desde que eu já estava acordado, e a reunião não ia acontecer, eu iria ficar no computador e verificar e-mails e postagens no Facebook. Eu estava parado ao pé do meu sofá quando houve um clarão brilhante de luz. Senti uma sensação estranha de eletricidade estática por um momento e então notei que não estava mais em minha casa. Meus olhos estavam um pouco desfocados, tanto por ser muito cedo da manhã e pelo inesperado flash de luz. Eu me encontrei em um quarto de granito muito grande e perfeitamente polido que era redondo, com um teto abobadado.

Havia dois homens vestidos com bonitos mantos de seda e sandálias de seda. Eles estavam de pé em cada lado de uma porta em arco. Havia portas semelhantes em todos os quatro lados da sala com dois homens em pé de sentinela. Cada um dos dois homens parecia um pouco diferente em etnia e compleição física. Cada homem também estava usando um grande pingente de ouro com um símbolo diferente sobre ele. Fiquei ali de pé e olhei de porta em porta. Nenhum dos homens me reconheceu ou agiu na medida que eles mesmo perceberam que eu tinha acabado de aparecer do nada com eles na sala.

Fiquei ali em silêncio, sem saber se os chamaria e faria qualquer pergunta. Eu mais uma vez me encontrei em uma situação sem preparação ou inteligência sobre o que esperar ou como comprometer aqueles que eu encontrei. Logo depois, ouvi o som de pessoas descendo o que soava como um corredor na direção de uma das portas. Vi então cinco figuras surgir pela porta e se dirigirem em minha direção. Todos eles tiraram os capuzes ao mesmo tempo em que se aproximavam de mim.

Eu imediatamente vi o coronel Gonzales andando acompanhado de uma mulher bastante alta e bonita, de cabelos brancos. Ela tinha traços faciais estreitos e grandes olhos azuis. Ela parecia ter cerca de trinta anos de idade. Gonzales tinha um sorriso no rosto. Eu imediatamente soube que era porque os papéis estavam invertidos e me vi em uma desvantagem. É muito comum para os soldados jogados em circunstâncias extremas ter uma relação camarada que pode envolver tiradas sarcásticas uns dos outros para ajudar a dissipar a tensão.

No passado, eu tinha sido o ponto focal e ele estava se sentindo um pouco confuso e mantido no escuro. Agora a situação era invertida, as mesas tinham virado. Eu estava na mesma posição desconfortável que Gonzales tinha estado antes. O grupo parou há cerca de 20 metros de distância de mim. Gonzales conversou com eles e então se aproximou sozinho.

A mulher e dois outros se viraram e deixaram o caminho. Isso deixou um homem, com as mesmas características básicas da mulher, estando a 20 metros de distância de mim. Quando Gonzales se aproximou, eu estendi a mão para cumprimentá-lo. Ele levantou ambas as mãos e deu um passo para trás.

“Nós temos que te limpar e nos trocar primeiro. Eu não quero ter que passar por todo o processo novamente”, ele disse. Ele então se virou e começou a caminhar em direção à pessoa que estava perto, e fez um gesto para que eu o seguisse. Perguntei-lhe o que estava acontecendo. Ele disse que eles são muito sérios sobre suas cerimônias de limpeza antes de entrar no “útero de ÍSIS. Eu tentei não fazer uma expressão estranha e apenas o segui.

Caminhamos até a entrada pela qual ele surgiu. Quando entramos, pude ver que havia um símbolo gravado sobre a arcada com precisão semelhante a um laser. Este símbolo aparecia sobre todas as portas na área que nós gastamos nosso tempo dentro. Eram dois círculos em interseção (vesica piscis, da Geometria Sagrada) dentro de um oval.

A Vesica Piscis

A porta conduzia a um corredor longo e liso, que também era esculpido na mesma rocha de granito. Eu podia ouvir o som ecoando de água correndo sobre pedras enquanto percorria o corredor tipo túnel. Quando chegamos ao que parecia ser o ponto intermediário, havia uma porta à esquerda que conduzia a uma sala iluminada, onde o som da água estava vindo.

Esta porta tinha uma estrela de oito pontas em cada lado. Havia uma estrela dourada no lado esquerdo e uma vermelha à direita. A estrela dourada era ligeiramente maior e posicionada um pouco mais alta do que a estrela vermelha. O homem que estava caminhando atrás de nós parou na porta e virou as costas para ele. Entramos na sala e eu vi uma bela cachoeira que estava fluindo através de uma espécie de abertura no teto.

Havia estalactites esbranquiçadas penduradas na abertura e o que parecia ser uma água branca de leite derramando sobre uma estátua de uma deusa. A água então corria para fora da estátua e era drenada para uma piscina dentro da qual a estátua estava em pé. A estátua da deusa tinha um acúmulo visível de depósitos minerais. A piscina circundante tinha uma abertura que criava outra cachoeira pequena, que caia em uma piscina mais larga que estava mais perto do nível do chão.

Depois que eu tinha tomado uma vista da característica da água, eu olhei para Gonzales. Ele me disse para retirar toda a minha roupa e colocá-lo ao lado da sua – em um pedestal de pedra que se levantava cerca de 3 metros do chão de pedra polida. Notei outros pedestais com roupas dobradas de cores diferentes colocadas em cima deles. Havia também o que pareciam finas coroas de ouro ou tiaras colocadas sobre essas roupas. Eu olhei para ele e disse-lhe que não tinha ideia do que estava acontecendo. Eu realmente apreciaria uma explicação, de imediato, a respeito de porque eu estava sendo convidado a me despir. Eu também queria saber quais outras solicitações estranhas eu poderia receber. Gonzales parecia estar se divertindo um pouco demais às minhas custas, e isso não melhorou o meu humor.

Ele então sorriu e disse-me para relaxar. Ele afirmou que estes grupos subterrâneos veneram muito Vénus e a adoração de deusa, e que eles referem seus santuários como sendo o “ventre da Terra”. É terra santa – e devemos respeitar suas práticas culturais e espirituais. Eu já estava tremendo um pouco por usar os shorts de exercício preto e camiseta azul no ambiente já legal. Gonzales viu a hesitação em meu rosto. Ele me disse para não ser tão tímido. Ele disse que iria se virar, mas que tinha que me instruir no processo de limpeza.

Ele me disse que se eu não estivesse confortável por ele me ver nu, ele iria sair da sala e enviar outra pessoa que me assistisse e guiasse através do processo. Eu balancei minha cabeça e tirei minhas roupas, dobrei e as coloquei no pedestal. Eu estava lá, totalmente nu e humilhado. Gonzales estava rindo e tentando não olhar diretamente para mim.

Justo quando eu pensei que não poderia ficar pior, uma mulher entrou com um roupão dobrado, sandálias e toalhas em suas mãos. Eu exalei em desagrado e olhei para Gonzales, que ainda estava gostando muito da minha situação. Ele deu um passo atrás para que a mulher pudesse se aproximar de mim. Ela sorriu e me entregou a roupa e as toalhas. Ela inclinou a cabeça, virou-se e inclinou a cabeça para Gonzales, e depois saiu do quarto. Depois que ela saiu do quarto, Gonzales estourou rindo. Ele andou, pegou os itens de mim e colocou-os de lado.

Ele fez uma piada sobre como estava frio no quarto. Ele então começou a me guiar através do processo de banho e limpeza. A água estava gelada. Depois que eu tinha me secado e colocado o roupão e sandálias do pedestal, ele me disse que eu precisava ficar calmo e respeitoso durante esta primeira visita e apenas observar. Ele disse que esses grupos formaram recentemente esse conselho por necessidade. Alguns deles têm uma história muito longa e complicada na relação de uns com os outros. Ele também me disse que esses grupos tinham uma história ainda mais complicada com as civilizações da superfície – remontando a milhares de anos. Fui informado de que eles não têm a visão mais positiva de nós.

Ele afirmou ainda que esses grupos muitas vezes se consideram elitistas e preconceituosos contra a população superficial, e que eu precisava manter minhas opiniões sobre o assunto para mim mesmo. Eu estava tentando não deixar o meu ego ser um fator na equação. No entanto, eu estava me sentindo um pouco desgastado após o banho público, sendo ridicularizado e depois tendo Gonzales se preocupar se eu iria falar fora de hora como eu fiz em uma reunião anterior quando houve uma ameaça velada contra a minha família. Esta reunião foi no Comite dos 300 que teve lugar no castelo, detalhada em post anterior neste site.

Eu sei que Gonzales não significava nenhum dano e isso era uma parte de sua personalidade, mas ainda havia um pouco de mágoa. Algumas feridas ainda estavam frescas das duas reuniões anteriores que tive com o Conselho da Aliança SSP, quando as coisas ficaram bem acesas. Respirei fundo e limpei minha mente da bagagem emocional anterior, para que não fosse detectada pelos nossos atuais anfitriões, que tinham habilidades intuitivas maiores do que qualquer ser humano comum como nós. Eu disse a Gonzales que eu entendi, e estava pronto se ele não tivesse mais nada a acrescentar.

Ele então pegou em como eu tinha ficado abatido, e parecia um pouco preocupado. Ele olhou para mim, inclinou a cabeça e começou a dizer alguma coisa. Naquele momento, a mulher e os três homens caminharam alguns passos entrando na sala. Eles inclinaram a cabeça e olharam para nós. Gonzales então virou-se e caminhou em direção a eles, fazendo sinal mais uma vez para que eu o seguisse. Poucos metros antes de os alcançarmos, eles se viraram e saíram pela porta à nossa frente. Eles viraram à esquerda, e depois continuaram pelo corredor. O corredor começou então a inclinar-se para baixo e curvar-se para a direita, onde então se alargou finalizando em uma sala retangular com teto alto. Uma porta maior estava diretamente à frente.

Então me perguntei a mim mesmo de onde toda a luz estava vindo. O corredor e os quartos eram bem iluminadas, mas eu não tinha visto qualquer fonte para a iluminação do ambiente. Paramos no quarto e ninguém estava falando. Eu procurava a fonte de luz quando a mulher se virou e falou comigo. Sua voz tinha um sotaque que eu nunca tinha ouvido antes. Em inglês, ela disse que “a luz visível é criada pela freqüência”.

Fiquei surpreso e olhei para ela, mas antes que eu pudesse dizer algo em resposta, outra mulher atravessou a grande porta. Ela estava usando o mesmo manto branco de seda, e estava usando o capuz sobre o topo de sua cabeça. Ela olhou para cada um de nós, fazendo contato visual com um por um. Então ela se virou e saiu pela porta sem dizer uma palavra.

De alguma forma eu soube imediatamente que era para colocar o meu capuz, como todos os outros. Nós caminhamos pela porta e, em seguida, uma escadaria de pedra em curva, um nível. A escada estava inclinada para a esquerda. No fundo, havia outra entrada com o mesmo símbolo (vesica piscis) anterior sobre a arcada da porta. Começamos a passar pela porta e entrar na sala, dois por dois. Havia várias pessoas com as mesmas vestes sentadas ao redor de uma mesa oval. Outras pessoas estavam de pé e sentadas em bancos de pedra, e também usavam as mesmas vestes.

Então eu comecei a notar que cada pessoa estava usando um pingente. Os pingentes eram muitas vezes diferentes na aparência, e tinham vários símbolos sobre eles. Percebi que estes eram os símbolos de seus grupos. Eu notei alguns deles tocando e batendo seus pingentes. Eles, então, olhavam para baixo no que só poderia ser descrito como hologramas.

Estes pingentes não eram apenas uma joia que representava a sua civilização ou grupo. Eles também eram uma tecnologia. Gonzales e eu estávamos sendo indicados o nosso assento na frente da sala, eu tive um bom olhar para a mesa de pedra. Ela tinha uma grande estrela dourada de oito pontas no centro, com uma estrela de gema vermelha de oito pontas menor na parte inferior direita da estrela de ouro – da nossa perspectiva.

As pessoas que nos guiaram até este ponto pareciam ser as anfitriãs da reunião. Todos usavam pingentes que pareciam apresentar uma imagem estilizada de Saturno, incluindo os anéis. Cada um desses pingentes tinha uma única gema que estav colocada em um local diferente na superfície do planeta. Gonzales mais tarde me disse que a localização e tipo de gema representava onde sua região particular de cada grupo estava localizada sob a Terra.

Uma das pessoas com os pingentes no formato de Saturno que tinha uma rosa cor de rosa na parte inferior levantou-se da mesa. Ele apresentou Gonzales e eu, assim como os nomes, designações e nomes de grupo daqueles ao redor da mesa e na sala. Na medida em que cada pessoa presente foi apresentada, eles removido seu capuz. Gonzales pediu que eu retivesse esses nomes, designações e nomes de grupo por algumas razões. A principal razão é que ele queria manter sua confiança. Ele não queria uma repetição de nomes para não perturbar ninguém, como aconteceu recentemente quando eu entrei em detalhes sobre os tipos de não-terrestres que participam da Conferência da Super-Federação.

Isso levou alguns desses membros da Super-Federação a pedir que Gonzales tomasse meu lugar em futuras reuniões, um pedido que foi negado. Nunca fui dito para eu não compartilhar esta informação, mas foi jogado na minha cara mais tarde durante uma reunião com o conselho da aliança de SSP como uma das razões pela qual quiseram Gonzales ser o delegado e não eu.

Eu nunca tive problema em admitir que Gonzales é mais diplomata e um orador público melhor do que eu sou. Essa decisão, porém, não cabia ao Conselho da Aliança SSP, Gonzales ou a mim mesmo – a menos que eu tivesse recusado o convite feito pelos seres Blue Avians no início. Vou compartilhar os símbolos que estavam nos pingentes das pessoas presentes na reunião. Quando voltei para casa, desenhei todos os símbolos em um pedaço de papel e enviei um e-mail ao meu administrador da web, que também é muito bom em renderizar gráficos.

Os pingentes com o formato de Saturno e suas gemas inscrustradas

A partir dessa folha de papel, ele criou ou encontrou as imagens neste relatório, que são uma excelente representação do que vimos sobre os pingentes destes vários grupos subterrâneos. Essas pessoas diferentes eram obviamente humanas, mas elas pareciam etnicamente diferentes do que qualquer pessoa que você veria na superfície.

Havia pessoas com compleições resistentes, características africanas e pele de bronze. Havia também pessoas que pareciam asiáticas e indianas, com tons de pele diferentes, incluindo um azul muito pálido, e tipos de corpo normalmente não associados a grupos étnicos na superfície. Havia um grupo que parecia muito mediterrâneo. Havia um grupo que parecia muito com um caucasiano normal da superfície da terra. Havia também as pessoas altas, magras e pálidas com cabelos brancos, loiros, pretos e castanhos que estavam hospedando este evento.

A civilização separatista antiga de Maia que descrevi em relatórios anteriores não estava presente nesta reunião. Dentro do grupo que usava os pingentes de Saturno, havia também pessoas que pareciam semelhantes, mas tinham tipos de corpo ligeiramente diferentes. Além dos símbolos de Saturno, havia também uma estrela prateada, uma suástica dourada (embora este não fosse um grupo separatista nazista), um símbolo Omega com uma estrela dourada de oito pontas no centro e um símbolo que parecia como uma ampulheta. Este poderia ser uma representação estilizada da constelação de Orion.

Devo admitir que ver que o símbolo da suástica, junto com alguns de seus outros termos e conjuntos de símbolos, era perturbador o suficiente para que eu quase enterrado este relatório inteiro. Eu não sou de forma alguma anti-semita, e nenhum destes grupos – embora parecem ver todos nós na superfície com diferentes graus de desdém. Quando eu mencionei a suástica para David Wilcock , ele compartilhou comigo que os alemães cooptaram este símbolo (da cultura da Índia, onde é um símbolo sagrado) depois de vê-lo em uma palestra de Gurdjeff no início do século XX.

Gurdjeff revelou a espantosa prevalência deste mesmo símbolo de culturas antigas em toda a terra – os hindus, os hopis, os japoneses, os esquimós, os gregos, os romanos, o fato é – em todos os continentes, exceto na Antártida. Este era um dos símbolos principais que seus “deuses” lhes deram para representarem-se. Gurdjeff via isso como uma prova óbvia de uma civilização avançada, inteligente no mundo, que atraiu os alemães para ela.

Gurdjeff provavelmente tirou de um estudo da Universidade de Yale altamente controversa de 1898 [ http://www.richardcassaro.com/tag/1898-yale-university-study] que mais tarde foi banido quando os nazistas chegaram ao poder. Esforços generalizados foram feitos para sanitizar este estudo a partir do registro acadêmico, embora ele ainda sobreviva.

Depois que uma pessoa na mesa fez as apresentações, percebi que sete grupos diferentes estavam sendo representados – mesmo que três deles fossem obviamente aliados ou geneticamente relacionados. Cada grupo era composto por três representantes. O salão em que estávamos foi repetidamente referido como “O Útero de ISIS“. Descobri mais tarde que se tratava de um complexo de templos reservado para eventos espirituais e políticos. A maioria dos grupos era formada por uma ou duas mulheres, exceto o grupo com o símbolo de oito pontas dentro do símbolo grego do Omega, composto inteiramente de homens.

Representação de ÍSIS, a mãe CÓSMICA de TODOS OS SÓIS, o Princípio Sagrado Feminino

O líder óbvio deste grupo fez referência ao “Príncipe de Vênus, a Estrela da Manhã e ao Portador da Luz” (Lúcifer) várias vezes. Isso foi profundamente perturbador para mim por causa da óbvia associação de Lúcifer com esses termos. Eu entrei na energia dos outros grupos, e todos eles pareciam muito desconfortáveis com este grupo em particular, o que não era surpreendente. Um dos outros grupos tem uma bem conhecida e poderosa frota de espaçonaves que os programas espaciais secretos têm desenvolvido um saudável respeito – e eu reconheci-os e seu símbolo imediatamente.

As discussões entre esses grupos começaram então. Eles foram perguntado pela pessoa fazer as introduções para falar inglês para os seus hóspedes, mas isso não durou muito tempo. Eles falam inglês e, em seguida, mudam para algum outro idioma. Gonzales mais tarde me disse que era uma língua pré-acadiana que há muito morreu na superfície do planeta. Em seguida, eles iriam voltar para o inglês novamente.

Houve também trocas em um par de outras línguas há muito desaparecidas. A comunicação telepática ocorreu também entre os indivíduos da sala. Era naturalmente muito confuso e difícil para mim seguir tudo. Pude perceber que estavam discutindo os ataques que haviam ocorrido contra várias cidades subterrâneas, e as baixas que ocorreram. Eles também discutiram as traições que sofreram de certas sociedades secretas e grupos na superfície que eles pensavam que tinham sob seu controle.

Eu era capaz de determinar que seus inimigos na superfície agora tinham tecnologia que lhes permitiu localizar suas cidades e contornar suas defesas. As pessoas na superfície tinham desenvolvido armas exóticas que podiam penetrar até as maiores profundidades e causarem grandes danos. Isso significava que todas as apostas estavam desligadas. Esses grupos de superfície tornaram-se seus inimigos violentos e implacáveis. Agora eles se sentiam vulneráveis e ameaçados, e precisavam confiar uns nos outros para proteção mútua.

Eles também falaram sobre a civilização da superfície construindo mais e mais de suas próprias cidades sob a superfície (para enfrentar a grande mudança planetária), e poluindo o ecossistema subterrâneo muito delicado no processo. Eles também estavam tendo que lidar com escaramuças recentes com uma variedade de grupos subterrâneos não-humanos muito desagradáveis. Isso estava causando-lhes uma grande preocupação.

Tornou-se claro que todas essas pressões crescentes os fizeram aliar-se uns aos outros – algo que até então parecia quase impossível de entender. Esta discussão durou cerca de duas horas, e nós só pudemos seguir uma pequena quantidade do que foi dito. Então, o líder do grupo “Omega / Estrela de Oito Pontas (antigo símbolo SUMÉRIO para o planeta NIBIRU)” convidou Gonzales para falar.

Gonzales mais tarde me disse que essa pessoa não estava mostrando o devido respeito aos seus anfitriões ao assim proceder. Gonzales conhecia os protocolos entre esses grupos, e procurava segui-los o mais cuidadosamente possível. Gonzales olhou para a mulher que usava o pendente de Saturno com a jóia cor de rosa, e ela deu-lhe o aceno para prosseguir. Ele então se levantou e falou de onde ele estava sentado ao meu lado. Eu não estava em posição de olhar para ele quando ele falou, então eu olhei ao redor da sala enquanto ele estava falando.

Gonzales dirigiu-se a cada grupo pelo nome e agradeceu o convite para participar como representante da Aliança SSP. Ele expressou seu agradecimento ao grupo que estava hospedando esta reunião do conselho. Ele afirmou ainda que foi uma honra receber e hospedar sua pequena delegação, que havia viajado para um dos postos avançados da Aliança SSP no Cinturão de Kuiper em grande risco pessoal nas semanas anteriores.

Gonzales disse que, apesar de algumas diferenças significativas nos pontos de vista, e as antigas alianças que estavam em conflito direto com o que todos nós agora esperamos alcançar, ele estava aqui para transmitir as esperanças do Conselho da Aliança SSP de que um entendimento poderia ser alcançado Entre todas as partes.

Isso inclui mudanças na forma como esses grupos se engajaram com os governos e civis com os quais estavam em contato na superfície do planeta. Ele fez uma pausa, e eu podia ver que ele estava escolhendo suas palavras cuidadosamente. Ele estava tentando o seu melhor para não transmitir seus pensamentos e emoções para o público altamente perspicaz.

Ele então olhou para cima e entregou o que parecia ser um discurso frouxamente preparado, que era curto, e ainda chegou direto ao ponto. Ele abordou a história complicada que estes e outros grupos humanos antigos de separatistas tiveram com as civilizações de superfície – remontando ao longo de dezenas de milhares de anos.

Ele também se dirigiu a cada grupo na sala, envolvendo-os abertamente em suas decepções passadas e atuais com governos, militares e civis. Ele terminou seu discurso sobre a nota que estamos entrando em uma nova era que deve envolver cooperação aberta e honestidade. Eu podia sentir a subida repentina de tensão e emoções e energia misturadas na sala enquanto ele dizia isso. Gonzales curvou a cabeça e sentou-se ao meu lado, enquanto mantinha seu olhar para a delegação ao redor da mesa.

Eles começaram a falar entre si em um par de línguas diferentes. Às vezes falavam um do outro ou falavam um sobre o outro. Eles estavam muitas vezes fazendo sinal para Gonzales e para mim no processo. Eles estavam falando calmamente, mas era óbvio que eles não estavam satisfeitos com pelo menos alguns dos pontos que Gonzales tinha acabado de comunicar. Recebemos então uma palestra muito condescendente de cada um deles sobre como não temos o direito de julgá-los com a nossa limitada compreensão e conhecimento.

Ambos descreveram suas percepções daqueles de nós na superfície como bárbaros incivilizados que estão doentes e que somos geneticamente impuros. Eles disseram que eram os únicos que haviam preservado as várias linhagens humanas originais da terra. Onda após onda de refugiados de planetas vizinhos desde então misturaram sua genética com os seres humanos originais deste planeta e tomaram o mundo superficial como uma praga.

Eles declararam que nos quase 20 milhões de anos desde que as linhagens humanas originais haviam surgido na Terra, houve quatro grandes cataclismos que tinham mudado o eixo polar da Terra, sua rotação ou trajetória orbital original ao redor do Sol. Cada vez que um desses eventos ocorreu, a “elite” ou casta sacerdotal manteve sua linha genética pura, isolando-se sob o solo. Esses pequenos grupos sobreviveram enquanto suas civilizações na superfície perecia. Sobre os oceanos do tempo e pequenos eventos destrutivos na superfície, que ainda eram obviamente muito catastróficos, quase todos os sinais de suas civilizações anteriores foram apagados das memórias dos sobreviventes. Somente mitos e lendas de deuses avançados permaneceram.

Em breve um novo final de ciclo se encerra no planeta e a COLHEITA será efetuada …

Afirmaram que emergiriam de vez em quando para dar início à civilização dos sobreviventes que eram os mais estreitamente relacionados com eles em termos de sua genética. Eles alegaram que essas raças sobreviventes assumiram que eram os deuses de suas próprias lendas antigas. Decidiu-se que permitiriam que aqueles que estavam ajudando acreditassem que eram deuses, a fim de manter suas civilizações subterrâneas secretas e seguras.

Eles também declararam que havia outros planetas em nosso sistema solar que foram habitados durante este período de tempo e que também estavam sofrendo de cataclismos extremos. Para acrescentar a esta história incrível, eles declararam que mais e mais grupos avançados começaram a chegar de fora do nosso sistema solar durante e após estes eventos cataclísmicos.

Estes novos grupos começaram a aproveitar a situação, como cultivar e manipular a genética dos nativos deste sistema solar. Eles alegaram que a Terra se tornou o destino dos refugiados desses outros planetas habitados. Os ETs avançados deslocaram estes refugiados aqui em várias ondas enquanto os cataclismos ocorreram em seus planetas nativos.

As raças de refugiados eram geneticamente semelhantes aos seres humanos originais da Terra, mas eram muito mais agressivas. Descobriu-se que muitos desses refugiados eram de uma civilização muito avançada que se destruíra através da guerra e do uso de alta tecnologia.  O uso de algumas dessas armas não só causou destruição em uma escala interplanetária, mas gerou uma assinatura de energia única.

Essa assinatura de energia atraiu a atenção dos grupos ET que agora estavam entrando no nosso Sistema Solar em massa, e que então iniciou uma experiência de cultivo genético. Os grupos subterrâneos alegaram que havia uma civilização antiga que tinha protegido esta região da galáxia por literalmente bilhões de anos. Eles foram referidos como “The Guardians”(Os Guardiões), e os membros do SSP-Programa de Espacial Secreto referiu-se a eles como a “Ancient Builder Race”(Antiga Raça Construtora). Isso foi abordado em episódios anteriores de divulgação cósmica e em outros post neste site.

Continua …

Mais informações:

  1. http://thoth3126.com.br/antartica-aberturas-e-base-nazista-neuschwabenland/
  2. http://thoth3126.com.br/nazismo-os-arquivos-secretos-da-waffen-ss/
  3. http://thoth3126.com.br/illuminati-1-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite/
  4. http://thoth3126.com.br/eua-sabiam-sobre-acordo-nazista-com-extraterrestres-de-draco/
  5. http://thoth3126.com.br/o-nazismo-e-o-programa-espacial-secreto-dos-eua/
  6. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-um-assombro/
  7. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-dos-eua-e-mais-complexo/
  8. http://thoth3126.com.br/insider-denuncia-frota-secreta-de-naves-espaciais-dos-eua/
  9. https://thoth3126.com.br/comando-espacial-da-frota-secreta-de-espaconaves-anti-gravidade-dos-eua/
  10. https://thoth3126.com.br/comando-de-operacao-lunar-l-o-c-por-corey-goode/
  11. https://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-a-vida-numa-nave-de-pesquisa-corey-goode/
  12. https://thoth3126.com.br/as-mudancas-planetarias-serao-profundas-e-inevitaveis-parte-1/
  13. https://thoth3126.com.br/uma-mensagem-alien-para-a-humanidade-corey-goode/
  14. https://thoth3126.com.br/a-ameaca-da-ia-inteligencia-artificial/
  15. https://thoth3126.com.br/ex-soldado-milab-divulga-viagem-no-tempo-manipulacoes-de-linha-temporal/
  16. https://thoth3126.com.br/aliens-brancos-e-altos-tall-whites/
  17. https://thoth3126.com.br/base-subterranea-1-extraterrestre-humana-na-antartica-revelada/
  18. https://thoth3126.com.br/antarctica-iminente-o-anuncio-da-descoberta-de-ruinas-de-uma-antiga-civilizacao/
  19. https://thoth3126.com.br/aliens-tall-white-controlam-os-eua-e-ajudaram-hitler/
  20. https://thoth3126.com.br/as-motivacoes-dos-ets-tall-whites-brancos-altos-e-seu-significado/
  21. https://thoth3126.com.br/dark-fleet-a-frota-negra-aliada-dos-reptilianos-da-draco-alliance/
  22. https://thoth3126.com.br/base-subterranea-1-extraterrestre-humana-na-antartica-revelada/
  23. https://thoth3126.com.br/a-historia-do-acordo-nazista-com-aliens-reptilianos/
  24. https://thoth3126.com.br/web-cosmica-e-portais-stargates/
  25. https://thoth3126.com.br/portais-estelares-de-navegacao-temporal-viagem-no-tempo/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Evacuação em Massa da Antártica Operações Especiais e Militares em Movimento?

Evacuação em massa da Antártida acontecendo agora. Todos os Civis e Cientistas que estão saindo. Operações especiais e militares em movimento. Este relatório surpreendente foi publicado em godlikeproductions.Um civil trabalhando para a Indústria de Defesa dos Estados Unidos publicou na godlike que testemunhou estranhos materiais e movimentos militares no caminho para a Antártida e também sabia que eles estavam retirando todos os civis da Antártida Isto vem quando a marinha russa está no seu caminho para a Antártida, por que eles estão enviando uma frota inteira de navios armados lá? Ele também soube que os militares estavam se preparando para remover qualquer coisa da Antártida e que tudo estava cercado de segredo Hummmmm Gostaria de saber se algum tipo de ultimato foi estabelecido para os líderes mundiais (daí a elite correndo para a Antártida), e que o ultimato não foi cumprido . Por favor, assista ao vídeo abaixo para aprender mais sobre esta notícia de última hora sobre esta última conspiração na Antártida. Por favor, compartilhe seus pensamentos.
Mais um post by: UFOS ONLINE

 

Veja o Vídeo Abaixo:


Fonte:UFOmania – The truth is out there

Encontrar outro planeta como a Terra é questão de tempo

Tantos planetas já foram encontrados em sistemas planetários além do nosso que é fácil não valorizar o possível significado de uma nova descoberta. Atualmente, a NASA contabiliza 3.449 exoplanetas – por isso, é perigoso fazer uma propaganda excessiva de cada anúncio. “Isso abre um caminho fascinante para estudar esses mundos distantes e, acima de tudo, suas atmosferas”, diz David Shukman, correspondente de ciência da BBC News.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

‘Encontrar outro planeta como a Terra é questão de tempo’: por que o novo anúncio da descoberta de exoplanetas é importante

Fonte:  http://www.bbc.com

Mas a excitação causada pela descoberta de sete planetas do tamanho da Terra, anunciada nesta quarta-feira por cientistas europeus e americanos, não ocorre apenas pela quantidade incomum de exoplanetas encontrados ao mesmo tempo. Nem pelo fato de que a maior parte deles são do tamanho do nosso. O sistema é formado em torno da já conhecida estrela-anã superfria Trappist-1, que fica a apenas 40 anos-luz do nosso planeta.

E os cientistas estão empolgados porque a Trappist-1 é convenientemente pequena e fraca. Isso significa que os telescópios que estão sendo usados para estudar esse novo sistema planetário não são tão ofuscados pelo brilho quanto seriam ao mirar estrelas mais brilhantes.

Planetas “e”, “f” e “g” teriam mais chances de conter água em estado líquido

“Isso abre um caminho fascinante para estudar esses mundos distantes e, acima de tudo, suas atmosferas”, diz David Shukman, correspondente de ciência da BBC News.

“A cobertura dos anúncios de exoplanetas pode facilmente levar a conclusões precipitadas sobre vida alienígena. Mas esse sistema planetário remoto pode realmente fornecer uma boa chance de procurar por pistas dela.” A próxima fase da pesquisa já começou a buscar pelos principais gases, como oxigênio e metano, que podem fornecer pistas do que está acontecendo na superfície desses planetas.

Possibilidades

“Encontrar uma nova Terra não é questão de ‘se’, mas de ‘quando’”, disse o astrofísico Thomas Zurbuchen, diretor de ciência da Nasa, durante o anúncio da descoberta, em uma transmissão ao vivo no Facebook.

Os pesquisadores afirmaram que todos os novos planetas do sistema da Trappist-1 poderiam ter água líquida na superfície, a depender das condições de pressão atmosférica. Dos sete exoplanetas, três estão dentro do que se considera zona “habitável” – a uma distância da estrela Trappist-1 em que a vida é considerada uma possibilidade.

“Os planetas são próximos um do outro e muito próximos da estrela, o que lembra a organização das luas de Júpiter”, disse o belga Michaël Gillon, da Universidade de Liège, o principal autor da pesquisa.

Cientistas vão usar telescópios para estudar propriedades da atmosfera dos planetas ao redor da estrela (sol) Trappist-1

“Mesmo assim, a estrela é tão pequena e fria que os sete planetas são temperados, o que significa que eles podem ter água líquida – e talvez vida, por extensão – na superfície.” Os astrônomos dizem também que poderão estudar as propriedades atmosféricas dos planetas usando telescópios disponíveis atualmente.

“O Telescópio Espacial James Webb, sucessor do Hubble, tem a possibilidade de detectar a marca do ozônio se esta molécula estiver presente na atmosfera de um desses planetas”, afirmou Brice-Olivier Demory, da Universidade de Berna, na Suíça. “Isso pode ser um indicador da atividade biológica no planeta.”

Radiação

Mas Demory diz que é preciso ter cuidado ao inferir uma atividade biológica nos planetas a partir de observações feitas de longe.

Algumas das propriedades de super-anãs frias como a Trappist-1 podem dificultar a existência de vida. Por exemplo, algumas delas emitem grandes quantidades de radiação em forma de chamas, o que poderia esterilizar as superfícies dos planetas próximos. Além disso, a zona habitável, no caso da Trappist-1, está bem próxima da estrela para que os planetas recebam o calor necessário para que exista água líquida.

O anúncio da descoberta de novos planetas é uma preparação da massa desinformada para o fato de que a humanidade já possui bases em outros planetas e em nossa Lua e de que há décadas, já mantemos contatos com várias raças extraterrestres….

Mas isso também causa um fenômeno conhecido como rotação sincronizada, que faz com que o planeta sempre mostre a mesma face para a estrela. Um lado do planeta estaria, portanto, sempre no “dia” e o outro, sempre na “noite”. Isso pode ter o efeito de fazer com que a face virada para a estrela fique quente e a outra, fria.

Visita

De acordo com os cientistas, o primeiro planeta na zona habitável do novo sistema, Trappist-1e, tem tamanho muito semelhante à Terra, e também recebe quantidade de luz semelhante à que recebemos do Sol. Por isso, pode ter temperaturas parecidas. Já o Trappist-1f, segundo da zona habitável, tem órbita de nove dias, recebe luz de maneira semelhante a Marte e pode ser um planeta rico em água.

“Enquanto vivermos provavelmente não conseguiremos chegar até o sistema da Trappist-1. Estamos muito empolgados para usar nossos telescópios e descobrir o que há lá, mas teremos que deixar a visita para outras gerações”, disse a astrônoma Sara Seager, professora do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts, na sigla em inglês), durante o anúncio da Nasa.

Segundo Seager, se fosse possível viajar na velocidade da luz, o homem levaria 39 anos para chegar até o novo sistema planetário. Num avião como os que existem hoje, o tempo necessário seria 44 milhões de anos.

Mais informações:

  1. http://thoth3126.com.br/operacao-highjump-nazistas-na-antartica/
  2. http://thoth3126.com.br/nazistas-na-antartica-operacao-highjump-final-2/
  3. http://thoth3126.com.br/nazismo-operacao-paperclip/
  4. http://thoth3126.com.br/o-3o-reich-nazista-fatos-desconhecidos/
  5. http://thoth3126.com.br/eventos-incriveis-acontecendo-na-antartica/
  6. http://thoth3126.com.br/nazistas-na-antarticaum-video-russo-a-respeito/
  7. http://thoth3126.com.br/discos-voadores-dos-nazistas-alemaes/
  8. http://thoth3126.com.br/serpo-zeta-reticuli-o-programa-de-intercambio-post-6/
  9. http://thoth3126.com.br/antartica-aberturas-e-base-nazista-neuschwabenland/
  10. http://thoth3126.com.br/nazismo-os-arquivos-secretos-da-waffen-ss/
  11. http://thoth3126.com.br/illuminati-1-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite/
  12. http://thoth3126.com.br/eua-sabiam-sobre-acordo-nazista-com-extraterrestres-de-draco/
  13. http://thoth3126.com.br/o-nazismo-e-o-programa-espacial-secreto-dos-eua/
  14. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-um-assombro/
  15. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-dos-eua-e-mais-complexo/
  16. http://thoth3126.com.br/insider-denuncia-frota-secreta-de-naves-espaciais-dos-eua/
  17. https://thoth3126.com.br/comando-espacial-da-frota-secreta-de-espaconaves-anti-gravidade-dos-eua/
  18. https://thoth3126.com.br/comando-de-operacao-lunar-l-o-c-por-corey-goode/
  19. https://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-a-vida-numa-nave-de-pesquisa-corey-goode/
  20. https://thoth3126.com.br/as-mudancas-planetarias-serao-profundas-e-inevitaveis-parte-1/
  21. https://thoth3126.com.br/uma-mensagem-alien-para-a-humanidade-corey-goode/
  22. https://thoth3126.com.br/a-ameaca-da-ia-inteligencia-artificial/
  23. https://thoth3126.com.br/ex-soldado-milab-divulga-viagem-no-tempo-manipulacoes-de-linha-temporal/
  24. https://thoth3126.com.br/aliens-brancos-e-altos-tall-whites/
  25. https://thoth3126.com.br/base-subterranea-1-extraterrestre-humana-na-antartica-revelada/
  26. https://thoth3126.com.br/antarctica-iminente-o-anuncio-da-descoberta-de-ruinas-de-uma-antiga-civilizacao/
  27. https://thoth3126.com.br/aliens-tall-white-controlam-os-eua-e-ajudaram-hitler/
  28. https://thoth3126.com.br/as-motivacoes-dos-ets-tall-whites-brancos-altos-e-seu-significado/
  29. https://thoth3126.com.br/a-historia-do-acordo-nazista-com-aliens-reptilianos/
  30. https://thoth3126.com.br/o-complexo-industrial-militar-nos-eua/
  31. https://thoth3126.com.br/dark-fleet-a-frota-negra-aliada-dos-reptilianos-da-draco-alliance/
  32. https://thoth3126.com.br/as-demandas-segredos-dos-reptilianos-da-draco-alliance/
  33. https://thoth3126.com.br/hacker-descobriu-frota-do-ssp-programa-espacial-secreto-na-nasa-e-pentagono/
  34. https://thoth3126.com.br/mais-um-insider-milab-fala-sobre-colonias-da-terra-em-marte/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

”Reptilianos construiram bases subterrânea e estão roubando nossos minérios por questões tecnológicas” Diz pesquisador

Pesquisadores do tema ufo acreditam que profundamente abaixo de onde os seres humanos não podem ver, existem bases construídas por seres do espaço. Profundamente dentro da superfície dos núcleos, há um mundo inteiro cheio de vida extraterrestre de todos os tipos, esperando ser encontrada.


Uma das espécies é conhecida como tipo humanóide reptiliano, e com base na descoberta anterior, esses monstros se estabeleceram no nosso planeta e estão preparados para nos dominar. Acredita-se que o número dessas espécies seja desconhecido, o que deixa os seres humanos questionando. Estes mistériosos extraterrestres foram considerados perigosos para a humanidade, uma vez que são conhecidos por ter criado dispositivos que poderiam deixar suas vítimas sofrendo por um tempo. Estes monstros misteriosos também são conhecidos por disfarçar-se como humanos. Tem havido evidências que mostram que eles estão aqui para salvar o tipo humano em algumas circunstâncias também, mas isso ainda é a verdadeira questão que perdura. Com base em outras descobertas anteriores, as pessoas que entram em contato com esses misteriosos extraterrestres são mais propensas a correr o risco de serem abduzidas. Uma vez que eles são abduzidos, eles sofrem muito na mão desses seres através de experimentos horríveis. Bila é conhecido por ser um planeta de Alfa Dragonis que é um sistema de estrelas na constelação de Draco. A verdadeira razão para os sequestros permanece desconhecida. Acredita-se que uma vez no reino alienígena as coisas são completamente alteradas para a humanidade.

CAVERNA DE CRISTAL MISTERIOSA

As cavernas são conhecidas por trazer uma sensação onisciente, cobertas de predadores à espreita esperando para a próxima refeição. Existem ovos de dragão e répteis de todos os tipos.  Algumas outras espécies perigosas costumam habitar esses lugares inclusive os escorpiões e milípedes mortíferos. Essas criaturas também são conhecidas por trazerem devastação imediata para a humanidade. Os cristais de Tiberium , pequenos e amarelos, também são encontrados ocasionalmente em torno dessas áreas . Acredita-se que há somente um cristal que os reptilians são os mais interessados , e aquele seria o cristal que é subterrâneo; É conhecido por ter uma uma cor amarela e verde. Estes predadores alienígenas são conhecidos por ter dominado a arte de fazer instrumentos e armas com esses cristais e essa pode ser uma das razões deles estarem no subterrâneo do nosso planeta: Explorar e minar nossos recursos para avanços tecnológicos.

Confira o vídeo para saber mais:

http://www.semprequestione.com/2017/02/reptilianos-construiram-bases.html#.WLIStDsrKv8

Ovni ilumina o céu perto do vulcão Popocatépetl

Um OVNI saiu das proximidades do vulcão Popocatépetl, no México, e emitiu uma luminosidade esférica impressionante. O local que já é palco de aparições de luzes misteriosas ficou ainda mais intrigante no final de Janeiro de 2017 com o flagrante em frames de uma câmera onde claramente uma bola de luz cruzou o céu.

Ao que tudo indica o fato realmente ocorreu devido a falta de provas contra as imagens, fazendo com que este seja um dos casos atuais mais bem registrados em foto/vídeo sobre objetos voadores não identificados. Confira.

Novos dados sobre dois asteroides distantes dão pistas sobre possível “Planeta Nove”


Representação esquemática das órbitas de seis dos sete objetos transneptunianos extremos (ETNOs) usados para propôr a hipótese do “Planeta Nove”. A elipse tracejada mostra a órbita deste possível planeta.
Crédito: Wikipedia

As propriedades dinâmicas destes asteroides, observados espectroscopicamente pela primeira vez usando o Gran Telescopio CANARIAS, sugerem uma possível origem comum e dão uma pista para a existência de um planeta para lá de Plutão, o chamado “Planeta Nove”.

No ano 2000 foi descoberto o primeiro de uma nova classe de objetos do Sistema Solar distante, orbitando o Sol a uma distância maior do que a de Neptuno: os objetos transneptunianos extremos (em inglês extreme trans Neptunian objects, ou ETNOs). As suas órbitas estão muito longe do Sol em comparação com a da Terra. Nós orbitamos o Sol a uma distância média de 1 Unidade Astronômica (1 UA corresponde a 150 milhões de quilômetros), mas os ETNOs orbitam a mais de 150 UA. Para termos uma ideia de quão longe estão, a órbita de Plutão ronda as 40 UA e a sua maior aproximação ao Sol (periélio) situa-se nas 30 UA. Esta descoberta marcou um ponto de viragem nos estudos do Sistema Solar e, até agora, foram identificados um total de 21 ETNOs.

Recentemente, vários estudos sugeriram que os parâmetros dinâmicos dos ETNOs podem ser melhor explicados se existisse um ou mais planetas com massas várias vezes a da Terra orbitando o Sol a distância de centenas de UA. Em particular, em 2016 os investigadores Brown e Batygin usaram as órbitas de sete ETNOs para prever a existência de uma “superterra” em órbita do Sol a cerca de 700 UA. Esta gama de massas é denominada subneptuniana. Esta ideia é referida como Hipótese do Planeta Nove e é um dos temas atuais de mais interesse na ciência planetária. No entanto, dado que os objetos estão tão distantes, a luz que recebemos deles é muito fraca e até agora o único dos 21 objetos transneptunianos observados espectroscopicamente era Sedna.

Agora, uma equipa de investigadores liderados pelo Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC), em colaboração com a Universidade Complutense de Madrid, deu um passo em direção à caracterização física destes corpos e, através do seu estudo, confirmar ou refutar a Hipótese do Planeta Nove. Os cientistas fizeram as primeiras observações espectroscópicas de 2004 VN112 e 2013 RF98, ambos particularmente interessantes dinamicamente porque as suas órbitas são quase idênticas e os polos das órbitas estão separados por um ângulo muito pequeno. Isto sugere uma origem comum e as suas órbitas atuais podem ser o resultado de uma interação passada com o hipotético Planeta Nove. Este estudo, recentemente publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, sugere que este par de ETNOs foi um asteroide binário que se separou depois de um encontro com um planeta para lá da órbita de Plutão.

Para chegar a estas conclusões, fizeram as primeiras medições espectroscópicas de 2004 VN112 e 2013 RF98 no visível. Estas foram realizadas em colaboração com os astrônomos Gianluc Lombardi e Ricardo Scarpa, usando o espectrógrafo OSIRIS acoplado ao Gran Telescopio CANARIAS (GTC), situado no Observatório Roque de los Muchachos (Garafía, La Plama). Foi um trabalho árduo identificar estes asteroides porque a sua grande distância significa que o seu movimento aparente no céu é muito lento. Então, mediram as suas magnitudes aparentes (o seu brilho visto a partir da Terra) e também recalcularam a órbita de 2013 RF98, que tinha sido mal determinada. Descobriram este objeto a uma distância de mais de um minuto de arco da posição prevista a partir das efemérides. Estas observações ajudaram a melhorar a órbita computacional e foram publicadas pelo Centro de Planetas Menores, o organismo responsável pela identificação de cometas e planetas menores (asteroides), bem como pelas medições dos seus parâmetros e posições orbitais.

O espectro visível pode também dar algumas informações sobre a sua composição. Medindo a inclinação do espectro, podemos ficar a saber se têm gelo puro às suas superfícies, como é o caso de Plutão, bem como compostos de carbono altamente processados. O espectro também pode indicar a possível presença de silicatos amorfos, como nos asteroides troianos associados com Júpiter. Os valores obtidos para 2014 VN112 e 2013 RF98 são quase idênticos e semelhantes àqueles observados fotometricamente para outros dois ETNOs, 2000 CR105 e 2012 VP113. No entanto, Sedna, o único destes objetos previamente observado espectroscopicamente, mostra valores muitos diferentes dos restantes. Estes cinco objetos fazem parte do grupo de sete usados para testar a Hipótese do Planeta Nove, o que sugere que todos deveriam ter uma origem comum, à exceção de Sedna, que se pensa ter vindo da parte interna da nuvem de Oort.

“Os gradientes espectrais semelhantes observados para o par 2004 VN112 – 2013 RF98 sugerem uma origem física comum,” explica Julia de León, a autora principal do artigo, astrofísica do IAC. “Estamos a propor a possibilidade de terem sido anteriormente um asteroide binário que se afastou durante um encontro com um objeto mais massivo.” Para validar esta hipótese, a equipa realizou milhares de simulações numéricas para ver como os polos das órbitas se separariam com o passar do tempo. Os resultados destas simulações sugerem que um possível Planeta Nove, com uma massa entre 10 e 20 massas terrestres, orbitando o Sol a uma distância entre 300 e 600 UA, pode ter desviado o par 2004 VN112 – 2013 RF98 há cerca de 5 a 10 milhões de anos atrás. Isto poderia explicar, em princípio, como estes dois asteroides, que começaram como um par em órbita um do outro, se separaram gradualmente nas suas órbitas porque fizeram uma aproximação a um objeto muito mais massivo num momento particular do seu passado.


Sequência de imagens obtidas com o GTC (Gran Telescopio Canarias) para identificar um dos ETNOs estudados neste artigo, 2013 RF98, onde podemos ver como se move durante quatro noites consecutivas. À direita está o espectro visível obtido com o GTC dos dois objetos 2004 VN112 e 2013 RF98. As linhas vermelhas mostram os gradientes do espectro.
Crédito: Julia de León (IAC)

Via: http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2017/02/novos-dados-sobre-dois-asteroides.html

TRAPPIST-1: faça um tour pelos 7 exoplanetas que podem abrigar vida

Os astrônomos descobriram o primeiro sistema conhecido que hospeda sete planetas do tamanho da Terra em torno de uma estrela, três deles em sua zona habitável.

A apenas 39 anos-luz de distância de nós, os pesquisadores já identificaram os tamanhos, órbitas e massas da maioria dos planetas, sugerindo que todos podem ser rochosos. Em alguns, água líquida pode existir na superfície.

A notícia é empolgante justamente porque esse pode ser o sistema com melhores chances de abrigar vida extraterrestre até agora.

Faça um passeio conosco pelo notável TRAPPIST-1:

PRIMEIRA PARADA: A estrela

TRAPPIST-1 é uma estrela fraca um pouco mais grande do que Júpiter. Ela possui cerca de 8% do tamanho do nosso sol e brilha apenas 0,05% quanto ele.

Os planetas em sua volta realizam órbitas apertadas, todas mais próximas do que Mercúrio em torno do sol.

A maior parte da luz de TRAPPIST-1 está em comprimentos de onda infravermelhos, invisíveis ao olho humano, razão pela qual o telescópio Spitzer foi a ferramenta ideal para obter mais detalhes sobre os seus planetas.

Anãs superfrias como TRAPPIST-1 são estrelas com vidas extremamente longas – essa poderia potencialmente continuar queimando por mais 5 trilhões de anos, muito tempo além da nossa estrela (que está no meio do caminho de sua vida de 10 bilhões de anos). Isso faz de TRAPPIST-1 uma boa candidata para abrigar vida, pelo tempo que ela tem para se desenvolver e evoluir.

As estrelas anãs representam cerca de 75% da população estelar da Via Láctea. Planetas em suas zonas habitáveis parecem estar muito próximos e em perigo de explosões de radiação, mas modelos sugerem que alguns planetas poderiam suportar as condições para se tornar propícios à vida, se suas atmosferas e campos magnéticos forem fortes o suficiente.

PRÓXIMA PARADA: O planeta mais íntimo da estrela

O mais próximo dos sete planetas, TRAPPIST-1b, orbita ao redor da estrela uma vez a cada 1,51 dias. Isso significa que está a 1,64 milhões de quilômetros dela, 4,27 vezes a distância média da Terra à lua.

TRAPPIST-1b possui cerca de 1,09 vezes o raio da Terra, e 0,85 vezes sua massa, de acordo com cálculos preliminares – medidas que sugerem que ele é provavelmente rochoso.

Por causa da proximidade a sua estrela, no entanto, 1b provavelmente está “preso” a ela, como a lua à Terra, o que significa que orbita com os mesmos lados voltados para TRAPPIST-1 todo o tempo.

Apesar da frieza da estrela, 1b está perto o suficiente para que qualquer água presente ferver ou sublimar como vapor.

PRÓXIMA PARADA: Mais um mundo quente

Como 1b, TRAPPIST-1c orbita próximo o suficiente da sua estrela para que a água líquida provavelmente não exista em sua superfície.
Tem 1,06 vezes o tamanho do raio da Terra e 1,38 vezes sua massa, e orbita ao redor da TRAPPIST-1 a cada 2,42 dias, no que seria 5,83 vezes a distância média da Terra à lua.

Como TRAPPIST-1b, 1c foi descoberto ano passado, com base em observações do escurecimento da estrela conforme os planetas passavam por ela.

Ele orbita a anã cinco vezes a cada oito órbitas do 1b, uma “ressonância” que sugere que os planetas poderiam ter se movido mais para perto da estrela em algum ponto.

PRÓXIMA PARADA: O mais leve

O TRAPPIST-1d tem apenas 0,41 vezes a massa da Terra, o que o torna o planeta mais leve com uma massa conhecida no sistema (os pesquisadores não sabem ao certo a massa e o raio do planeta mais distante, 1h).

O pequeno mundo tem um raio de 0,77 vezes o da Terra e orbita a estrela a cada 4,05 dias, a uma distância equivalente a 8,16 vezes a da Terra à lua.

Como seus vizinhos mais próximos, a superfície de 1d é provavelmente muito quente para sustentar água líquida. Ele orbita a estrela três vezes para cada oito órbitas do 1b.

PRÓXIMA PARADA: Bem-vindo à zona habitável

O TRAPPIST-1e é o mais íntimo dos planetas que estão na zona habitável da estrela – uma órbita na qual a água líquida poderia potencialmente existir em sua superfície, tornando-o mais acessível à vida.

Mesmo que 1e seja provavelmente preso a sua estrela, como todos os planetas no sistema, os pesquisadores disseram que ainda poderia ser habitável se tiver a atmosfera certa para equilibrar o calor na sua superfície. Ele recebe quase tanta luz de sua estrela quanto a Terra do sol, sugerindo que poderia ter temperaturas semelhantes.

1e orbita a estrela a cada 6,10 dias, a uma distância de 10,8 vezes a média da Terra à lua. Tem um raio 0.92 vezes o da Terra e 0,62 vezes a sua massa.

Para cada oito órbitas de 1b, 1e orbita duas vezes a TRAPPIST-1. Mais uma vez, as órbitas ressonantes dos planetas sugerem que eles viajaram de mais longe para mais perto da estrela. Mais para fora, haveria mais gelo; apesar disso, a configuração poderia significar que os planetas são mais propensos a ter água prontamente disponível.

PRÓXIMA PARADA: Vistas deslumbrantes

Da superfície de TRAPPIST-1f, um intrépido viajante espacial veria um belo conjunto de planetas vizinhos se o céu estivesse limpo.
1f também está na zona habitável da estrela. No seu céu, o 1e pareceria aproximadamente do tamanho da lua vista da Terra, e a estrela pareceria aproximadamente três vezes mais grande do que o sol no nosso céu.

1f orbita a estrela a cada 9,21 dias, o que é mais agradável em comparação com os planetas mais interiores, embora ainda muito mais rápido do que o planeta com a órbita mais curta do sistema solar: Mercúrio a cada 87,97 dias.

O 1f orbita a TRAPPIST-1 a distância média de 13,3 vezes a da Terra à lua, tem 1,04 vezes o raio do nosso planeta e 0,62 vezes a sua massa. Dá 1,33 voltas na sua estrela para cada oito órbitas de 1b.

Por fim, ele é potencialmente rico em água, e recebe aproximadamente a mesma quantidade de luz estelar que Marte recebe do sol.

PRÓXIMA PARADA: Ficando frio

O TRAPPIST-1g está bem na borda do que os pesquisadores acham que é a zona habitável da estrela –é um pouco frio, mas provavelmente não muito frio para que exista água líquida na sua superfície.

1g orbita a estrela a cada 12,35 dias, a uma distância de 17,4 vezes a da Terra à lua. O planeta tem 1,13 vezes o raio da Terra – o maior dos medidos – e 1,34 vezes sua massa. Além disso, recebe aproximadamente a mesma quantidade de luz estelar que algum lugar em nosso sistema solar entre Marte e o cinturão de asteroides.

Vale ressaltar que a zona habitável de qualquer sistema planetário não é algo bem definido. Os contornos da zona dependem, por exemplo, da composição atmosférica de um planeta.

O puxão gravitacional que os planetas em TRAPPIST-1 exercem um sobre o outro pode potencialmente aquecê-los, mudando a zona habitável ao redor da estrela, tornando os planetas mais distantes capazes de sustentar a água líquida. A radiação da estrela também pode afetar onde a água líquida pode persistir.

ÚLTIMA PARADA: O misterioso

TRAPPIST-1h é o mais distante dos exoplanetas de sua estrela. Os cientistas pensam que ele tem uma órbita que dura cerca de 20 dias, a 23,3 vezes a distância média da Terra à lua.

O telescópio Spitzer o viu passar pela TRAPPIST-1somente uma vez, então suas estatísticas são muito menos determinadas do que a de seus vizinhos. Ele parece ter 0,76 vezes o raio da Terra, e sua massa é desconhecida.

De qualquer forma, deve estar fora da zona habitável da estrela, com uma superfície gelada demais para a existência de água líquida. [Space]

Via: http://hypescience.com/trappist-1-faca-um-tour-pelos-7-exoplanetas-que-podem-abrigar-vida/

Imagens Capturadas de uma Nave (UFO) Alienígena no Solo Marciano

ufo2bcrash2bsite2bon2bmars252c2b1902bmeters2bwide2balien2bspacecraft2b
Imagens incríveis de uma suposta nave Alienígena capturada pelo pesquisador de UFOs UFOvni2012.Nave com mais de 190 metros em forma de um coração, imagens realmente incríveis.Sera uma nave alienígena acidentada? Ou mais um monte de pedra em forma de nave espacial?Afinal existe vida em marte? Assista este incrível vídeo e tire suas conclusões.
                                              Veja o Vídeo Abaixo:


Fonte:UFOvni2012

OVNI / UFO é avistado no Irã e Kuwait e várias pessoas filmam o incidente

ovni-ufo-irc3a3_kwait
O seguinte artigo foi publicado hoje (21) no site ufoholic.com

Um dos mais bem documentados avistamentos de OVNIs em tempos recentes acaba de ocorrer no Irã. Testemunhado por milhares de pessoas, este intrigante evento certamente deixará uma marca duradoura.

Este é o melhor avistamento de OVNI desde que a filmagem da Homeland Security foi publicada.  Devemos apontar que este não foi o foguete Falcon 9, já que a trajetória de voo e área de pouso daquele foguete estava muito longe da região onde o OVNI foi avistado. Assim, aqui está um rápido resumo do que aconteceu:

Em 19 de fevereiro, às 18h44 do horário local, moradores de várias cidades no Irã e Kuwait testemunharam um estranho evento no céu.  Um objeto esférico e brilhante atravessou a atmosfera terrestre, à uma altitude estimada de 30.000 a 40.000 pés.  Em alguns lugares, o OVNI foi visto sozinho, enquanto em outros ele estava acompanhado por um objeto em formato de anel.

Milhares de pessoas testemunharam o evento e telefonemas de pessoas em pânico inundaram os serviços de emergência. Aqui está um dos vídeos do objeto visto em Sanandaj, a capital do Curdistão, província do Irã:

Como pode ser visto no vídeo, o objeto não identificado emite uma plasma à sua frente antes de desacelerar.  Só podemos especular seu comportamento; talvez ele precisava ejetar alguma substância que estava carregando, ou talvez ele liberava um enxame de sondas muito pequenas para serem percebidas como entidades individuais.

Aqui está uma outra vista do incidente, filmado na província de Lorestan, no centro do Irã:

Aqui vemos o OVNI cruzando à grande altitude, sem dúvida fazendo uma varredura do solo abaixo, para propósitos inescrutáveis.

O vídeo mais claro deste OVNI no Irã vem de Dezful. Aqui a descarga de plasma pode ser claramente vista propagando como uma onda na frente do objeto. Moradores locais preocupados podem ser escutados ao fundo:

Várias agências iranianas de notícias divulgaram o assunto logo após o avistamento ter ocorrido, e as autoridades não foram capazes de dar uma explicação satisfatória sobre o que o objeto poderia ter sido.

Mais estranho quanto o incidente poderia ser, as pessoas no Kuwait presenciaram uma ocorrência ainda mais anômala.  Aqui, o mesmo OVNI esférico foi filmado, mas desta vez acompanhado por outro objeto estático.  Este segundo objeto tinha um formato oco, muito peculiar. Poderia isto ter sido um portal?

Aqui está o vídeo mostrando os dois objetos, vistos na região de Doha, aproximadamente às 18h12, horário local:

E aqui está outro, com comentários em inglês:

Um terceiro vídeo mostra a mesma descarga estranha se propagando ao longo do que parecem ser vários quilômetros:

Não sabemos o que estes objetos são, mas sabemos o que não são.

Naquele mesmo dia, o foguete Falcon 9 da SpaceX foi lançado da área de lançamento 39A no Cabo Canaveral, com uma carga destinada à Estação Espacial Internacional  – ISS. Ele alcançou seu destino com sucesso e também teve um pouso seguro. Embora algumas pessoas especulem que a estranha descarga de plasma poderia ter sido causada pelos jatos do foguete, este não é o caso, pois a trajetória do foguete não passava nem perto do Irã ou Kuwait.

Também podemos seguramente descartar a ISS, já que sua trajetória de voo naquele momento estava longe da região. O tamanho e a velocidade da ISS também são inconsistentes com o que pode ser visto nos vídeos.

Além disso, fontes confirmam que nenhum outro lançamento ocorreu por sobre os dois países. Parece que o objeto permanece não identificado e seu comportamento peculiar deixa espaço para especulação.

É certo que mais detalhes ficarão disponíveis nos dias que seguem…  Enquanto isto, fique de olho no céu; quem sabe o que você poderia avistar!

Fonte

Lançada nova iniciativa visando ao desacobertamento

dnot_10026

Casal de ativistas defende a abertura ufológica como forma de fazer a humanidade evoluir e salvar o planeta

Uma nova visão sobre o desacobertamento de informações ufológicas. É, ao menos, o que promete o novo grupo The Disclosure Activists, que pretende atuar principalmente junto à imprensa e grandes veículos de informação, cobrando uma cobertura isenta tanto do Fenômeno UFO quanto das informações que têm sido reveladas quanto à presença alienígena na Terra nos últimos tempos. A iniciativa é liderada por Russel Calka, que por muito tempo foi membro ativo do lobby em prol da liberação ufológica e agora pretende tomar à frente das iniciativas pelo desacobertamento nos Estados Unidos. A outra principal figura é Lisa Galarneau, Ph.D., antropologista sociocultural e futurista.

The Disclosure Activists defende que existem décadas de evidências acumuladas, entre descobertas científicas, documentos governamentais e outros, para que seja estabelecida uma colaboração com a imprensa, instituições internacionais e outros organismos, a fim de que seja reforçada mundialmente a noção de que a presença alienígena na Terra é uma realidade. Em um dos artigos publicados no site do grupo, Galarneau aponta um artigo da Associated Press analisando um documento da Agência Central de Inteligência (CIA) descrevendo atividade de UFOs sobre uma instalação nuclear do Comando Aéreo Estratégico norte-americano, em novembro de 1975, um dos milhões de documentos recentemente liberados pela CIA (confira nos links abaixo).

A BBC igualmente fez uma cobertura considerável quanto a essa liberação e o casal de ativistas questiona se a maior parte da imprensa irá levar a sério a questão dos documentos, ou acusar tanto a Associated Press quanto a BBC de faltar com a verdade, ou em um termo muito em voga: publicar “fake news” (notícias falsas). Galarneau e Calka reconhecem as implicações de segurança nacional, políticas e militares quanto ao reconhecimento oficial dos UFOs e por isso têm orientado seu foco na grande mídia para divulgar sua mensagem em prol do desacobertamento. Os ativistas apontam que, caso a imprensa em geral passe a tratar a questão ufológica com a devida seriedade, a pressão aumentará sobre governos, instituições acadêmicas e outras a reconhecer a presença extraterrestre como um dos mais importantes acontecimentos da história humana.

PROPOSTA INOVADORA PARA O FIM DO ACOBERTAMENTO

Calka e Galarneau denunciam que tecnologia alienígena tem sido pesquisada por vários governos, que mantém esse conhecimento oculto do grande público. A fim de dar ainda mais visibilidade às suas propostas, eles elaboraram uma petição que será apresentada a 49 países e também à Organização das Nações Unidas (ONU). A petição diz em seu início: “Duas décadas após o final da Guerra Fria, não é mais aceitável que qualquer nação, organização ou empresa de mídia mantenha em segredo dos cidadãos do mundo que não estamos sozinhos no Universo. Temos sido visitados por formas de vida extraterrestres por décadas, como evidenciado por fenômenos inexplicados vistos em todo o mundo. Até que esse embargo da verdade seja encerrado, os governos, organizações e cidadãos não irão encarar o assunto, as universidades não o ensinarão, a mídia não o cobrirá e não serão estudados os impactos do fenômeno extraterrestre junto à humanidade”.

Visite o site do The Disclosure Activists

Site do Paradigm Research Group

Cobertura da BBC sobre a liberação de documentos da CIA

CIA espionou líderes indianos, investigou UFOs e culto no oriente

Estranhos documentos encontrados nos arquivos da CIA

CIA libera milhões de páginas de documentos secretos

Grupo PRG anuncia que suas atividades se voltarão para a Europa

A resposta do grupo PRG a uma reportagem do Washington Post

Documentos vazados comprovam negociações sobre UFOs na ONU em 1978

http://www.ufo.com.br/noticias/lancada-nova-iniciativa-visando-ao-desacobertamento

NASA Anuncia Descoberta de um Sistema Solar com 7 Planetas Semelhantes à Terra!! “ Três Podem Conter VIDA”

Uma equipe internacional de astrônomos descobriu um sistema solar com sete planetas do mesmo tamanho da Terra. Três deles estão na zona habitável da sua estrela, mas há escassas informações sobre o mais distante. A estrela, TRAPPIST – 1, fica a 39,5 anos-luz da Terra (posição relativa na constelação de Aquário) e é uma anã vermelha muito mais fria e pequena que o nosso Sol. Este é um tipo de estrelas mais comum na nossa galáxia do que as semelhantes ao Sol. Agora, os cientistas querem ir em busca de vida: “Já não é uma questão de ‘se’. É uma questão de ‘quando’”, diz Michael Gillon, da NASA.
Simulação feita pela NASA que representa a possível paisagem de um dos planetas
Este não é o primeiro sistema encontrado pelos cientistas que tem vários planetas, mas é o primeiro que tem tantos planetas semelhantes à Terra. Todos eles estão na zona de Goldilock, ou seja, estão a uma distância da TRAPPIST – 1 que permite a existência de água no estado líquido à superfície. É também o sistema mais parecido ao nosso alguma vez observado.
A proximidade à Terra permite aos astrônomos estudar as atmosferas destes planetas com relativa facilidade. A sua descoberta foi possível através do Telescópio Espacial Spitzer, que durante 20 dias consecutivos observou o escurecimento que estes planetas provocam na sua estrela, uma anã do tipo M que não tem estado no centro das atenções dos cientistas nos últimos anos, quando passam entre a TRAPPIST – 1 e a Terra. Esse escurecimento acontece quando um corpo celeste impede os raios de luz visível emitidos pela estrela de viajar até nós.

Os cientistas já têm algumas ideias de como se formou este sistema. O mais provável é que os seis planetas mais interiores tenham nascido a grande distância da estrela, mas que depois tenham migrado para mais perto da TRAPPIST-1. Agora estão tão próximos uns dos outros e da sua estrela que os campos gravitacionais dos corpos celestes interagem de tal maneira que permite aos astrofísicos estimar a massa de cada planeta. Sabe-se agora que têm entre 0,4 e 1,4 vezes a massa da Terra e que estão mais perto da estrela do que Mercúrio está do Sol. Mas, como a TRAPPIST-1 é menos quente, é a sua proximidade que impede os planetas de congelarem.

Olhando para as atuais características deste sistema, julga-se que estes planetas estão a seguir uma evolução muito semelhante à teorizada em Vénus, Terra e Marte. Isto significa que, mesmo estando na zona habitável da estrela, é possível que algum destes planetas tenha uma atmosfera tão tóxica e sufocante como a de Vénus, onde não pode existir vida tal como a conhecemos. Ainda assim, isso não exclui a hipótese de um destes três planetas albergar (ou vir a albergar) vida como a da Terra. “Esta é uma pedra de Rosetta com sete línguas diferentes — sete planetas diferentes que podem fornecer perspetivas completamente diferentes sobre a formação dos planetas”, acrescentou Julien de Wit, cientista de dados no MIT que participou nas investigações.

Estes planetas estão tão próximos uns dos outros que, se estivéssemos de pé na superfície de um deles e olhássemos para cima, o mais provável seria conseguirmos ver com nitidez as características geológicas ou nuvens de mundos vizinhos. Essa nitidez seria muito maior do que a que agora temos em relação à Lua. Outra característica que os cientistas estimam encontrar nestes planetas é que tenham sempre a mesma face voltada para o seu sol, uma vez que a força que os atrai para a TRAPPIST-1 é muito maior do que o normal por causa da proximidade entre eles. Era como se a Terra não tivesse rotação e fosse sempre noite de um lado e sempre dia do outro.

Na sequência da descoberta do Telescópio Espacial Spitzer, que deteta radiação ultravermelha vinda do espaço profundo, o Telescópio Espacial Hubble prepara-se agora para olhar fixamente para os quatro planetas mais próximos à TRAPPIST-1, incluindo os três que estão na zona habitável deste sistema. É a partir dessas observações que vamos tirar conclusões sobre as atmosferas destes planetas. “O sistema TRAPPIST-1 oferece uma das melhores oportunidades da próxima década para estudar as atmosferas ao redor dos planetas do tamanho da Terra”, disse Nikole Lewis, co-líder do projeto Hubble e astrónomo do Instituto de Ciência do Telescópio Espacial em Baltimore, Maryland.

Simulação da NASA da vista da superfície de uma das sete “Terras” para o seu “Sol”

Informações adicionais podem ainda chegar através do Telescópio Espacial James Webb, uma versão otimizada do Hubble, quando este for lançado para o espaço. Este telescópio será tão sensível que será capaz de detetar as impressões químicas de água, metano e outros elementos abundantes em atmosferas como a nossa. Também vai permitir detetar as temperaturas dos planetas e as pressões sentidas à superfície, duas características essenciais para determinar definitivamente a habitabilidade destes mundos.

A descoberta foi anunciada por alguns dos nomes mais importantes da investigação científica. No painel estavam Thomas Zurbuchen (administrador associado da Diretoria de Missão Científica da NASA), Michael Gillon (astrônomo na Universidade de Liège, Bélgica), Sean Carey (gestor do Centro Científico de Spitzer na Caltech de Pasadena), Nikole Lewis (astrónoma Instituto Científico de Telescópio Espacial em Baltimore) e Sara Seager (professora de Ciência Planetária e de Física no MIT).

Outros cientistas da NASA estão de olhos postos no Twitter: a comunidade pode colocar questões aos astrofísicos através dessa rede social colocando a hashtag #askNASA. Também será possível conversar com os cientistas a partir das 20h de Lisboa no Reddit, através da conversa “Ask Me Anything”. Esta é a primeira grande descoberta confirmada pela NASA depois de ter anunciado, em agosto de 2016, a descoberta de um planeta semelhante à Terra a orbitar uma das estrelas vizinhas do Sol, a Próxima Centauri, na sua zona habitável. Próxima b tem aproximadamente o tamanho da Terra e a distância à sua estrela permite a existência de água no estado líquido à superfície. Foi observado pela primeira vez pelo Observatório Europeu do Sul em La Silla (Chile).

Os exoplanetas são os planetas que orbitam uma estrela que não o Sol. O seu estudo é importante porque “uma das grandes questões do nosso tempo é saber se estamos sozinhos no universo” e “vivemos num tempo em que a humanidade pode responder cientificamente a essa questão” observando os exoplanetas, garantiu Paul Hertz (diretor da Divisão de Astrofísica da NASA) durante uma conferência de imprensa no ano passado. As agências de exploração espacial já descobriram 4.696 candidatos a exoplanetas e confirmaram a existência de 3.449. Os últimos dados oficializados pela NASA deram conta da descoberta de 1.284 novos exoplanetas numa zona habitável. Há também 348 exoplanetas telúricos (com características semelhantes às da Terra).
Fonte:http://observador.pt 
Mais um post by: UFOS ONLINE

Documento do FBI REVELA como são os Alienígenas

documento2bdo2bfbi2brevela2bcomo2bs25c325a3o2bos2balien25c325adgenas2b2ba2bprova2bque2bo2bgoverno2bsabe2bsobre2bos2baliens2bufos2bmar25c325a7o2b20172b2528copy2529

Agora é definitivo. O FBI sabe da existência de seres de outros planetas. Neste documento publicado recentemente. É descrito 3 tipos de alienígenas e de onde eles vem.

Link para o documento:
https://vault.fbi.gov/UFO/UFO%20Part%…

Texto principal:
1. Part of the disk carry crews, others are under remote control.
2. Their mission is peaceful and they are considering to establish on our planet.
3. These visitors are human-like but much longer in size.
4. They ar not excarnate earth people, but come from their owd world.
5. They ado not come from any “planet” as we aso the word, but from another planet which interpenetrates with our own an is not perceptible tu us.
6. The bodies of the visitors, and the craft also, automatically materialize on entering the vibratory rate of our dense matter.
7. The discs posses a type of radiant energy, or a ray, which will easily disintegrate any attacking ship. 8. 8. The region from which they come is not the “astral plane”, but corros ponds to the loas or talas. Studantes of esotecric matters will understand these termo.
9. They probably cannot be reached by radio, but they can sometimes be caught on the radar.

Tradução Google
1. Parte do disco leva equipes, outras estão sob controle remoto.
2. Sua missão é pacífica e eles estão pensando em estabelecer em nosso planeta.
3. Estes visitantes são humanos-como, mas muito mais tempo em tamanho.
4. Eles não são pessoas excarnadas da terra, mas vêm de seu próprio mundo.
5. Eles não vêm de qualquer “planeta” como nós como a palavra, mas de outro planeta que interpenetra com o nosso próprio e não é perceptível tu.
6. Os corpos dos visitantes, eo ofício também, automaticamente se materializam ao entrar na taxa vibratória de nossa matéria denac.
7. Os discos possuem um tipo de energia radiante, ou um raio, que irá facilmente desintegrar qualquer navio atacante.
8. A região de onde vêm não é o “plano astral”, mas as lagoas dos corros aos loas ou aos talas. Studantes de matérias esotécricas entenderão estes termos.
9. Eles provavelmente não podem ser alcançados pelo rádio, mas eles podem às vezes ser pego no radar.

Tradução Interpretativa
1. Parte dos discos voadores transportam tripulações, outros estão sob controle remoto
2. Sua missão é pacífica.
3. Alguns desses visitantes são do tipo humano, mas, muito maior em tamanho
4. Eles não são da Terra
5. Alguns deles não vêm de um planeta (Não todos) como usamos a palavra, mas a partir de um planeta etérico que interpenetra com o nosso próprio e não é perceptível a nós
6. Os corpos de alguns desses seres materializam-se automaticamente ao entrar no padrão vibratório de nossa matéria densa
7. Os discos possuem um tipo de energia radiante ou um raio, que podem facilmente desintegrar qualquer nave nossa.
8. A região de onde alguns vêm não é o “plano astral”, mas corresponde aos Lokas ou Talas. (Estudantes de assuntos esotéricos vão entender esses termos)
9. Eles provavelmente não podem ser alcançados por ondas de rádio, mas, provavelmente, podem ser localizados por radar.

 

http://www.teclaplay.com.br/curiosonews/blog/