Ex-agente governamental fala sobre encontros militares com UFOs em entrevista

Um grupo de batalha de porta-avoões como este tem vários sensores diferentes comprovando a presença de estranhos objetos

Christopher Mellon afirma que o problema dos encontros de pilotos e militares com UFOs poderia ser investigado e resolvido caso houvesse interesse oficial a respeito; confira vídeo da entrevista

A Ufologia Mundial continua se debruçando sobre o assunto do Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), a investigação ufológica oficial que aconteceu no Pentágono de 2007 a 2012, recebendo nesse período um total de 22 milhões de dólares. Ainda há muitas questões não respondidas, como por exemplo o motivo de a maior parte desse financiamento ter sido repassado á empresa do bilionário Robert Bigelow, qual o real envolvimento do Departamento de Defesa norte-americano na liberação dos vídeos já conhecidos, e qual é a verdade sobre o alegado material obtido de um incidente sendo analisado pela Bigelow Aerospace.

Tais respostas ainda não surgiram, mas um dos envolvidos na matéria, Christopher Mellon, concedeu recentemente uma entrevista ao canal Fox News, para o programa Tucker Carlson Tonight, na qual falou a respeito dos encontros que os militares norte-americanos têm experimentado. Mellon confirmou a realidade de tais ocorrências, afirmando que o fato mais incisivo são as circunstâncias desses casos, em que foram testemunhas os melhores oficiais militares, e os mais sofisticados sensores e equipamentos disponíveis, em várias plataformas diferentes. Ele afirmou que se trata dos mesmos equipamentos utilizados para defender os Estados Unidos de ataques estrangeiros, como por exemplo um míssil lançado pela Coréia do Norte. “Se esses sistemas estão apresentando defeitos, descobrir isso já seria um enorme benefício”, afirmou.

Christopher Mellon afirma ter sido procurado por um ex-funcionário da Defesa que esteve ligado ao programa de investigação, e que fez vários comentários sobre um dos vídeos já conhecidos. Conforme essa testemunha não identificada disse, o comandante do grupo naval de batalha que enviou o vídeo a eles de fato pediu ajuda para entender o que estavam encontrando nos céus. Mellon afirmou que não há uma teoria a respeito do que tais objetos podem ser, e acrescentou: “Temos por um lado algo de imensa importância estratégica, que levanta questões fundamentais sobre a viabilidade de nossas defesas, e por outro vários departamentos e instituições do governo obtém tais informações e não as divulgam, não há um esforço conjunto de investigação. Uma situação similar ao que aconteceu na nossa segurança doméstica antes dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001”. Mellon completou afirmando que de alguns anos para cá a qualidade e quantidade de plataformas com sensores sofisticados se multiplicou, permitindo que se obtenham informações muito mais detalhadas sobre essas ocorrências. Vale lembrar que o principal nome ligado ao AATIP, Luis Elizondo, estará no XXIII Congresso Brasileiro de Ufologia, de 25 a 27 de maio em Porto Alegre.

 

CRÉDITO: ARQUIVO

Christopher Mellon

Christopher Mellon

 

 Confira a entrevista de Christopher Mellon para a Fox News

A Revista UFO confirma a participação de Luis Elizondo no XXIII Congresso Brasileiro de Ufologia

Divulgado terceiro vídeo com o encontro entre caças da Marinha norte-americana e um UFO

Ex-agente do governo norte-americado aponta a necessidade de estudo científico dos UFOs

Muitas questões ainda não respondidas sobre o metal do estudo ufológico do Pentágono

Piloto da Marinha norte-americana que perseguiu UFO fala sobre sua experiência

Fonte: Revista UFO

Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s