O Direito à Verdade

“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo:  a  Lua, o Sol e a VERDADE”  Sidhartha Gautama (o Buddha)

Se o leitor viu o vídeo acima, descobriu que os humanos além de terem detonado mais de 2053 bombas atômicas na Terra, levaram a Apolo XIII para a Lua, carregada de armas nucleares para detonar, simplesmente porque se lhes meteu na cabeça que a Lua é artificial. Tenho uma intuição de que a finalidade, era mesmo acabar com o nosso Sistema Solar. O vídeo a seguir confirma a psicopatia, ou melhor, a possessão dos líderes das maiores potências do Planeta. Felizmente não estamos sós e Seres há, que evitam o pior. Infelizmente aHumanidade  foi levada a utilizar armas nucleares contra seus irmãos e isto, não é mais do que uma repetição do que aconteceu já na nossa História e que tanta questão fazem de esconder.

Como disse Hermes Trimegisto, tudo o que está em cima, está em baixo e eu não tenho dúvidas que existem seres do submundo que querem e pretendem acabar com a humanidade. Esses seres são interdimensionais, não podendo aceder à terceira dimensão e atuam através dos humanos que lhes servem tanto de meio, como de pasto, para a sua sobrevivência energética. Daí que as vibrações baixas ou energias densas, emoções e sentimentos negativos tais como ira, ódio, raiva, inveja cobiça e outros, são de evitar, especialmente numa época de transição como a que vivemos neste momento.

Psicopatas
Brzezinsky
Rockefeller
George Soros

Um pouco de História sobre a humanidade e seu ADN:

Entre 100.000 e 50.000 anos atrás uma grande variedade de humanos começou a desaparecer lentamente. O ADN de um dos tipos, tinha sido alterado pelos pleiadianos e esse foi o tipo que aos poucos foi substituindo todos os outros. Talvez dada a inteligência e a compreensão melhorada, mas acabou por haver apenas um tipo de humano, confirmado em Janeiro do ano 2000, pela Scientific American, onde afirmam no cabeçalho: “A nossa espécie tinha pelo menos 15 primos. Só ficamos nós. Porquê?” O artigo dizia: “Parece que como todos os animais, tivemos um bom começo, com uma boa variedade dentro da nossa espécie. Uns tinham cauda outros não, (…) mas há cerca de 100.000 anos algo aconteceu e todas as outras espécies começaram a morrer, ficando apenas a que hoje existe e à qual pertencemos – eu e vocês.”(…)

Deliberadamente uma raça de seres evoluídos espiritualmente começou a trabalhar com a humanidade. Tinham estado na terra muitas vezes, à espera do momento oportuno para começarem o seu trabalho. Foram permanecendo de certa forma, assegurando-se que o ADN que alteravam nos humanos era adequado.

Estiveram aqui em cumprimento de um Plano Divino. Não faziam tenção de conquistar nem reclamar a Terra como sua. Não queriam inseminar a humanidade com a sua raça para mais tarde dominarem. Todo este tipo de histórias são criadas pelos humanos, demonstrando um pano de fundo de medo, o que é muito humano – mas não pleiadiano. Então caro humano, posso fazer uma pergunta? vêem a Divindade como sendo invasiva nas vossas vidas? Acham que a Divindade existe para capturar as vossas almas e vos levar para algum lado, contra a vossa vontade? Parece-vos que Deus seja o maior conquistador da força anímica? Andam deuses pelas ruas do planeta a espiar os humanos e a enviar informações recolhidas à “central divina”, para que saiba o que andam a fazer? A resposta é óbvia, mas ainda existem muitos humanos que gostam de drama e conspiração para tornarem a sua vida mais interessante. Essa é uma escolha do livre arbítrio e a vossa qual é?

Os pleiadianos representam uma das formas de vida mais sábias deste Universo, tal como as podem imaginar. O seu Planeta foi o primeiro onde reinou o “Livre Arbítrio”. Estes seres exerceram uma influência espiritual na Energia da Criação do Sistema Solar. A sua civilização é mais antiga que a vossa. Não muito mais em termos deste Universo, mas o suficiente para se terem desenvolvido, ao ponto de já terem passado por guerras e atribulações que lhes deram conhecimento para desempenharem uma missão: a de continuarem o trabalho através da passagem do seu legado vibracional à próxima geração de formas hominídeas. Fizeram-no deixando a herança quântica (interdimensional) de parte do seu ADN, diretamente do mamífero da Terra a que chamou “homem”. Estava na hora. A Terra estava pronta. Foi há cerca de 100.000 anos (terrestres) – que não é muito tendo em conta o tempo que o Planeta levou, para chegar ao ponto em que isto era possível.

O que ainda não mencionamos, foi que os pleiadianos não foram os únicos a visitar o Planeta. Não sendo necessário alongar-me, porque não tem nada a ver com espiritualidade. Será suficiente dizer que quando os pleiadianos começaram o seu trabalho, já os outros se tinham desinteressado do que a Terra tinha para oferecer. Não houve nem guerras de estrelas nem batalhas a travar. Fizeram o seu trabalho perfeito e atempadamente segundo a Ordem da Energia de Criação Divina, correta, apropriada para a próxima fase da evolução da Terra. – Imbuir o ADN humano com a Semente da Energia do Criador.

Os pleiadianos dispõem de tecnologia quântica (interdimensional) e compreendem mais duas leis da física do que os terrestres e isso dá-lhes acapacidade de se envolverem num estado quântico do Universo e viajar até vós de forma quase instantânea. Sabendo disto, podem compreender porque eles não precisam de se disfarçar da forma humana, de usar ou fazer truques para enganarem. Tudo isso parece muito disparatado, pois podem chegar a todo o momento sempre que queiram.(…)

A nave interdimensional pleiadiana também é notável e já foi vista. Só que as coisas interdimensionais não se movem da mesma forma que as tridimensionais. Quando ouvem falar de objetos que brilham e se movem a velocidades impossíveis e depois param de repente, para depois se moverem de novo. Estão perante um movimento numa dimensionalidade que vos é estranha e que não vos pertence. Ainda não possuem aparelhos destes na vossa ciência, pois tudo o que têm movimenta-se apenas numa dimensão – a vossa.
No entanto a ciência já deu conta de matéria em estados emaranhados, ou seja aparentemente em dois lugares tridimensionais em simultâneo. Vejam desta forma; estão em todo o lado ao mesmo tempo.(…)

Os vossos irmãos e irmãs não eram especialistas na alteração do ADN. Não construíram laboratórios nem procederam a microcirurgias em alguns humanos para depois soltarem numa cultura humana.
Eles não raptaram nem assustaram ninguém. Pelo contrário, fizeram o que imaginam que tenham feito e através de um processo de integração e atributos de nascimento, lentamente criaram um híbrido de si próprios. O resultado foi o ser humano que com os seus atributos espirituais no ADN. Vocês têm os seus atributos espirituais que eles vos deixaram no ADN, algo que faltava por completo na Terra. Assim no processo, a humanidade tornou-se parte pleiadiana. Vocês têm as suas caraterísticas espirituais que vos deixaram de herança biológica através do processo de nascimento normal. Já vos passou pela cabeça que o possam ter feito sem assustar ninguém?. De fato assim foi, pois integraram-se na sociedade humana.

Foi tudo feito com integridade e amor. Viveram convosco. Viveram anos e anos, mesmo além de suas vidas físicas que são muito, muito longas, a dar continuidade ao processo em dezenas e até centenas de gerações humanas.
Deixem-me dizer cara família humana, no dia em que eles voltarem e vos proporcionarem a experiência de um encontro tridimensional, vão ficar espantados porque eles são iguaizinhos a vocês! Apenas mais altos, mas vão ficar chocados com o óbvio que será saber quem são – Os vossos familiares das Estrelas, em laços de Amor como sempre.

Lentamente o vosso ADN foi recebendo partes quânticas do vosso ADN, foram recebendo o que os pleiadianos queriam que recebessem: um sistema que eles tinham, onde estava incluída a Energia do Criador Pai/Mãe, o registo akáshico e todos os outros atributos que consideram de ordem espiritual..
Assim as três camadas lemurianas representam a essência do que vos deram. Esta sétima camada de ADN, a do sentido extradimensional. De fato não se consegue contar tudo o que vos deram em termos de camadas de ADN, pois está espalhado pelo vossa ADN quântico. (aquele ADN que os cientistas denominaram de lixo!)

Porquê lemurianas? Porque enquanto as outras espécies humanas foram desaparecendo do Planeta, os que tinham ADN pleiadiano sobreviveram e criaram as suas próprias culturas. Apesar das sementes das Pleiâdes terem sido espalhadas por todo o mundo, houve uma civilização em particular que atingiu um alto nível de entendimento e força. Os humanos não evoluem todos da mesma forma. Olhem à vossa volta. São todos iguais? As pessoas de África têm o mesmo que os da América do Norte em termos de estabilidade de governo, cultura, tecnologia e sabedoria? Não, não têm… e no entanto existem há tanto ou mais tempo do que vocês ocidentais. Assim a Lemúria foi a primeira civilização humana do Planeta. Bom, existiam muitas outras  que possuiam o ADN quântico como vocês, mas não tão evoluídas como o Reino de Mu ou Lemúria.

A camada OITO de ADN: O Registo Akáshico Mestre:

Esta camada lemuriana representa uma das energias mais profundas do ser humano. Constitui a parte significativa da fracção quântica da hélice dupla e representa o Registo Akáshico Mestre e funciona em conjunto com a camada dois de ADN

Uma breve revisão do que significa:
Quando falamos da Akâsha a nossa definição acaba por tornar-se nas “Energias de Gaia com o humano como referência.” Trata-se de um atributo baseado em Gaia, ou na Terra, mas que não existe sem o ser humano. Dentro do humano está o registo pessoal de tudo o que lhe aconteceu.
Há uma Gruta tridimensional, bem real denominada a Gruta da Criação, mas que tem também atributos quânticos. Esta Gruta representa “A Humanidade da Terra” (Shamballah) e tem estrutura cristalina. Nunca será descoberta, dado o local profundo onde se encontra – e pelo fato de estar escondida. Nenhum humano pode entrar, pois não está destinada a ser encontrada pelo homem. Talvez a possam considerar como a “contabilidade espiritual com base na Terra”.  A Gruta da Criação tem o registo de cada uma das almas que já alguma vez esteve ou virá a estar no Planeta. Esta é a parte quântica pois não se trata de divinação, mas de uma dinâmica em mutação constante, consoante ciclos de encarnação na Terra.

Assim, a Gruta da Criação é um Registo Planetário de todos os humanos e como tal, o Registo Akâshico de toda a Humanidade. Cada alma tem um registo akâshico e cada vida imprime uma marca no cristal da alma. Como tal não tem um cristal por cada vida humana, mas sim, um por cada alma humana. As vidas ficam assim marcadas numa estrutura cristalina, representando as muitas vidas encarnadas da alma humana.

Contrariamente o ADN é pessoal. Carrega em si todo o registo akâshico do ser humano individual, ou seja, todas as suas existências. O registo fica guardado de forma quântica contendo tudo o que foi aprendido, aparentemente numa única energia.

Estes registos do ADN contêm aspetos interdimensionais da energia pessoal, porque eles aplicam a vossa identidade a cada encarnação, para além da química biológica e tridimensional que são os genes codificados para produzir proteínas. Este registo contido de forma quântica está espalhado pela parte química e não corresponde a uma representação linear de vidas passadas. Trata-se sim de “um conjunto de instruções de ligação à “Biblioteca Principal” sob um estado quântico, estado esse que concebem como sendo outra dimensão. O registo akâshico não está contido fisicamente no ADN. Não é esse o caso. Efetivamente aí encontram-se as “indicações para chegar à biblioteca”. Mas mesmo os indicadores ocupam um espaço tridimensional no seio do genoma humano.

Os nomes associados a esta camada,  de ADN são ROCHEV BAARATOV. Significado que atribuo; “Viajantes da Luz” e também em lemuriano: AKEE YAWEE FRACTUS que significa; “SABEDORIA E RESPONSABILIDADE”

Funciona conjuntamente com a camada SETE do ADN denominada KADUMAH ELOHIM cujo significado: A DIVINDADE REVELADA. Através desta camada de ADN,o ser humano tem a “linguagem” da Origem, da FONTE  PAI/MÃE, Do Espírito Universal.

Excertos do livro: As Doze Camadas de ADN –  de Lee Carrol, canalizando Kryon.

 AS DOZE CAMADAS DE ADN HUMANAS
Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s