Sinais surgem em plantação de trigo no Paraná

Cidade de Prudentópolis, a 200 km de Curitiba, comenta estranhos sinais; investigação encontra indícios que parecem apontar para sua autenticidade

O fenômeno dos sinais nas plantações, ou agroglifos, é comumente chamado também de círculos ingleses, já que a maior parte deles surge em plantações na Grã-Bretanha. Um aspecto que sempre chamou a atenção dos pesquisadores é o fato de tais desenhos surgirem nas proximidades de antigos sítios arqueologicos, especialmente na região de Wiltshire. Esta é mundialmente famosa por ser o local onde se ergue o extraordinário monumento em pedras de Stonehenge, sendo comum sua associação com os agroglifos.

No Brasil os primeiros sinais surgiram em Ipuaçu, no final de 2008, e desde então o impressionante fenômeno tem se repetido com regularidade notável. Entre outubro e dezembro costumam surgir nas plantações ao redor da pequena cidade de Santa Catarina, os surpreendentes sinais que têm crescido em tamanho e complexidade. Alguns dos mais impressionantes foram a chamada ponda de flecha de 2009, os dois sinais que surgiram em 2013, ambos com mais de 50 m de diâmetro, e finalmente outras duas figuras que apareceram em 2014, ambas de tamanho superior a 100 m. Estas últimas, infelizmente, foram destruídas pelo proprietário, porém imagens aéreas puderam ser obtidas graças a um drone. E os agroglifos de 2013 foram objeto de um detalhado laudo, elaborado pelo consultor especial da Revista UFO Toni Inajar.

Na manhã desta última quarta-feira, 07 de outubro, a Revista UFO foi informada de que veículos da imprensa do Paraná noticiaram o surgimento de sinais, novamente em uma plantação de trigo, na cidade de Prudentópolis. Distante cerca de 200 km de Curitiba, os agroglifos surgiram na localidade de Linha Ronda, na fazenda da família Santini. Até o momento não existem muitas informações, exceto que os desenhos surgiram entre a noite de terça-feira, dia 06 de outubro, e a madrugada do dia 07. Tito Santini, um dos proprietários, postou um vídeo na internet, e afirma que o local é de difícil acesso, não sendo possível alcançá-lo com carro ou máquina agrícola. Também não foram observadas marcas ou rastros da passagem de veículos ou pessoas pelo local, e ufólogos já se deslocam para Prudentópolis para investigar o caso.

 

SINAIS DE AUTENTICIDADE

O primeiro pesquisador a chegar ao local foi o editor da Revista UFO, A. J. Gevaerd. O proprietário da fazenda mostrou-se solícito, e afirmou que irá preservar o quanto possível as figuras. Gevaerd confirmou que são quatro círculos, cada um com pelo menos vinte metros de diâmetro, contando com anéis externos e linhas retas ligando cada figura. Além disso o trigo está uniformemente deitado, no sentido anti-horário, e não foram encontrados quaisquer sinais de adulteração ou presença humana anterior, como pegadas e plantas amassadas, que pudessem indicar uma possível fraude. Pelo contrário, todas as indicações são de que se tratam de autênticos agroglifos, e o caso, que parece apontar uma nova fase do fenômeno, ampliando-se para outras regiões do país, contiuará a ser pesquisado.

 

 

CRÉDITO: ARQUIVO

Detalhe de um dos agroglifos

Detalhe de um dos agroglifos

 

 Confira o vídeo gravado no local

Os círculos chegaram

As inusitadas caracteristicas do agroglifo

Surpreendente agroglifo surge em Dorset

Novos agroglifos ingleses suscitam interpretações variadas

Agroglífo em forma de flecha surge em Ipuaçu, Santa Catarina

Agroglifos de Ipuaçu impressionam a Ufologia Brasileira

Sai o laudo dos agroglifos de Santa Catarina

 

http://www.ufo.com.br/noticias/sinais-surgem-em-plantacao-de-trigo-no-parana

Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s