Misteriosa explosão com clarão observada no Rio de Janeiro

O bairro da Gávea, um dos locais onde a ocorrência foi testemunhada

Caso ocorrido em setembro ainda não tem explicação; pesquisadores pedem que sejam enviadas imagens de câmeras de segurança

Em 03 de setembro último, algo incomum aconteceu no Rio de Janeiro. Um forte estrondo, acompanhado por um clarão no céu, foi observado por moradores de vários bairros na capital fluminense. Pessoas relataram terem acordado com o ruído por volta das 03h00, nos bairros Copacabana, Leblon, Gávea, vila Isabel e Tijuca. Nas redes sociais moradores dessas áreas relataram a mesma ocorrência, o forte barulho e um intenso clarão, para os quais ainda não há explicações.

Ufólogos se interessaram pelo fato, e estão pedindo que testemunhas entrem em contato. Também é pedido o envio de imagens de alguma câmera de segurança que pode ter gravado o ocorrido. Os depoimentos das testemunhas dão uma ideia da ocorrência, como o relato de Marílio Braz, comerciante de 54 anos: “No Leblon os prédios tremeram. Percebi uma luminosidade incrível. Foi muito esquisito”. Outra testemunha foi o motorista Fabiano Silva: “Eu moro em Vila Isabel. Ouvi um barulho forte, diferente de trovoada. Achei que estivesse tendo um pesadelo, até que vi vizinhos acendendo as luzes e perguntando o que tinha acontecido”.

Procuradas, a Light, o Metrô, a Companhia Estadual de Gás (CEG), Defesa Civil e Bombeiros afirmam desconhecer qualquer incidente na madrugada em questão. A Força Aérea Brasileira (FAB), também foi questionada, e informou que não havia qualquer dos caças supersônicos em operação naquele horário, nem foi registrado qualquer objeto desconhecido sobre a cidade. A prefeitura tem o sistema Alerta Rio, de monitoramento das condições climáticas, mas este informou que relâmpagos foram registrados no mar, longe do litoral. Além disso, o  Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), não registrou qualquer descarga de raios sobre a cidade.

QUEDA DE METEORO, E A LEMBRANÇA DE UM CASO DOS ANOS 50

Foi aventada a possibilidade de ter se tratado da queda de um meteoro, pela astrônoma Elizabeth Zucolotto, uma das principais pesquisadoras de asteroides no Brasil. Ela comentou: “As câmeras do Museu Nacional, porém, pararam de funcionar. Não temos nada gravado. Estamos tentando obter alguma imagem através de câmeras de segurança de prédios. Em São Paulo, pessoas também dizem ter visto um grande bólido, mas em horários distintos”. Membros da Comunidade Ufológica Brasileira comentaram a semelhança com o ocorrido em 14 de setembro de 1957, quando pessoas na praia em Ubatuba testemunharam a queda e explosão de um objeto voador não identificado. O pioneiro da Ufologia Brasileira, Olavo Fontes, médico e antigo membro da Aerial Phenomena Reseearch Organization (Apro), um dos mais ativos grupos de pesquisa na época, envolveu-se no caso. Fragmentos foram de fato obtidos, e sua análise comprovou serem magnésio quase puro, além do que poderia ser feito pela tecnologia da época. Quanto ao caso ocorrido no Rio de Janeiro, a investigação continua.

Uma explosão em Ubatuba

O Fenômeno UFO em Salta intriga os ufólogos

Evidências de uma nave alienígena na explosão da Sibéria

Organograma do Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani)

Governo Brasileiro libera um dos mais importantes documentos secretos sobre UFOs até agora

Vídeo de supostos UFOs em Pirassununga

 

http://www.ufo.com.br/noticias/misteriosa-explosao-com-clarao-observada-no-rio-de-janeiro

Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s