Ministério da Defesa britânico questionado sobre caso ocorrido em 1977

Um dos Lordes exige liberação de informações a respeito de avistamento coletivo ocorrido em cidade litorânea

A região de Pembrokeshire, onde aconteceu o caso em 1977

No final de 1977, em uma área conhecida como Broad Haven Triangle na cidade litorânea de Pembrokeshire, na Inglaterra, 14 estudandes observaram um objeto desconhecido se aproximar voando e pousar próximo ao playground de sua escola primária. Do UFO pousado saíram seres vestindo roupas prateadas, e na área de Broad Haven criaturas semelhantes foram vistas ao longo da semana seguinte. Quando interrogadas, as crianças fizeram desenhos do avistamento, todos muito semelhantes entre si.

Houve tentativas de explicar o avistasmento, como pessoas utilizando vestimentas antifogo nas refinarias existentes nas proximidades, em Milford Haven. Existe ainda uma base aérea na região, e sugeriu-se que caças Harrier de pouso e decolagem verticais, assim como seus pilotos em trajes de voo, poderiam ter sido confundidos pelas testemunhas com alienígenas. Contudo, documentos recentemente desclassificados pelo Ministério da Defesa Britânico, o MoD, revelaram a existência de uma carta, proveniente do setor S4 do MoD, para o Provost & Security Service, que funciona como uma polícia interna dentro da Real Força Aérea (RAF).

Na correspondência, um oficial se diz surpreso por tantas testemunhas de qualidade tenham descrito seus avistamentos de UFOs para a imprensa, e sugere uma discreta investigação a respeito. O oficial chegou a escrever: “Nem sequer disse ao Ministro que estou consultando você”. Na época da ocorrência o MoD negou que houvesse qualquer atividade incomum na área. Quem chamou a atenção para o documento foi o autor Neil Spring, que buscava informações para um novo livro. Spring afirma que visitou a região como cético, e terminou convencido que muitas das testemunhas sabiam mais a respeito das ocorrências do que estavam dispostas a revelar.

DENUNCIANDO O ACOBERTAMENTO

 

CRÉDITO: ARQUIVO

Os desenhos feitos pelos estudantes, testemunhas do pouso do UFO

Os desenhos feitos pelos estudantes, testemunhas do pouso do UFO

 Entre os que agora cobram transparência está o Lorde Black de Brentwood, que disse: “Vários arquivos recentemente liberados não deixam dúvidas de que um pequeno número de avistamentos de fenômenos aéreos, especialmente por pessoal militar, pilotos e controladores de tráfego, permanecem inexplicados e não identificados”. Nick Pope, ex-funcionário do MoD que investigou inúmeros casos ufológicos, sendo o principal responsável pelo Projeto UFO da instituição, disse: “Esses importantes documentos mostram como o MoD instruiu a polícia da RAF a conduzir uma investigação secreta sobre esses misteriosos eventos, enquanto ao Parlamento, a imprensa e o público disseram que o assunto não tinha relevância em termos de Defesa”. Questionado, o Ministério da Defesa não apresentou qualquer resposta.

Site do MoD onde estão disponíveis os arquivos ufológicos liberados

Liberação de arquivos é cortina de fumaça, diz Nick Pope

Ministério da Defesa Britânico ainda mantém arquivos ufológicos secretos

Governo britânico irá liberar mais arquivos secretos

Novo pedido de abertura sobre o Caso Rendlesham

Ministério da Defesa Britânico acusado de acobertamento

Surgem novas evidências sobre Caso Bentwaters

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

Fonte: Revista UFO

Anúncios

Um pensamento sobre “Ministério da Defesa britânico questionado sobre caso ocorrido em 1977

  1. CAROS AMIGOS EM 2016 1. SEMESTRE JOÃO MESQUITA VEM a recife e vai solicitar reunião com nóis. O que vcs acham?

    Somos possuídos por aquilo que possuímos, acorrentados à Terra e a coisas materiais; Pelo apego que se forma a coisas tão sagradas como um cálice ou tão simples como uma pedra. aluizio kung fu – Transforte Norte/1973

    Date: Fri, 25 Sep 2015 13:49:42 +0000 To: aluiziosilva94@hotmail.com

    Curtir

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s