UFOs foram detectados no Canal do Panamá em 1958

Informação vem de documentos recentemente liberados sob a Lei de Liberdade de Informações; objetos foram vistos por guarnições militares e detectados por radar

O Canal do Panamá, palco de um impressionante caso ufológico em 1958, descrito em documento recentemente liberado

Um documento recentemente liberado, graças à Lei de Liberdade de Informações dos Estados Unidos, lança luz sobre fatos acontecidos nos anos 50, época extremamente prolífica em avistamentos de UFOs. O caso teve início em 09 de março de 1958, no Canal do Panamá, quando as 20h00 um UFO foi rastreado pelo pessoal da defesa anti-aérea, em uma instalação chamada Fort Clayton. Na Ilha Flamenco, também no canal, uma instalação de radar do Forte Amador detectou dois UFOs, sobrevoando em manobras circulares outra instalaçãoi, o Forte Kobbe.

A altitude dos objetos oscilava entre 600 e 3.000 m, e a equipe de radar da Ilha Taboga igualmente confirmou que rastreava os intrusos. Após a meia-noite, o pessoal de Forte Amador tomou a decisão de tentar identificar os objetos. Para tanto, acionaram poderosos refletores de busca e os apontaram na direção dos UFOs. O resultado foi surpreendente, pois em questão de segundos os UFOs aumentaram sua altitude de 600 para 3.000 metros. O registro oficial do incidente diz: “Esse foi um movimento tão rápido que o Radar de Rastreio, que estava travado no alvo, perdeu a trava de rastreio e não conseguiu acompanhar a ascenção dos objetos”.

O registro prossegue: “Como o Radar de Rastreio só pode travar em objetos sólidos, o que foi exatamente o que aconteceu no caso dos dois objetos voadores não identificados, então assume-se que os objetos eram sólidos”. A estranha atividade prosseguiu ao longo das primeiras horas do dia 10, e comportamentos como o de pairar sobre o Canal do Panamá, para em seguida acelerar subitamente a velocidades de 1.600 km/h, foram reportados. O radar ainda acompanhou os UFOs reagindo às aeronaves que foram enviadas para inteceptá-los, e o piloto de uma aeronave DC-6 da Pan American Airlines descreveu um dos intrusos como maior do que o avião. No documento postado no link abaixo, a descrição do incidente se inicia na página 15.

Confira o documento que descreve o caso

Governo Brasileiro libera um dos mais importantes documentos secretos sobre UFOs até agora

Universidade do Colorado publica documentos ufológicos

Documento da NSA revela interesse de agências de Inteligência nos UFOs

A verdade sobre a liberação de documentos da USAF

Senador norte-americano observou UFOs na Rússia em 1955

Ministério da Defesa Britânico acusado de acobertamento

Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s