Uri Geller e o metal de Roswell com memória

Uri Geller foi objeto de uma série de experimentos dentro do Centro Naval de Armamentos de Superfície, em 29 de outubro de 1973 e outubro de 1974, com a intenção de estudar suas ‘forças psíquicas’. O gerente do projeto foi o Dr. Eldon Byrd. Um teste foi conduzido com uma material metálico de última geração, o NITINOL.
Curiosamente, de acordo com um documento oficial que foi desclassificado em 2009 (FOIA), da Força Aérea (EUA) Wright-Patterson, e segundo a maioria dos pesquisadores, em 1949 foram enviados destroços encontrados em Roswell ao ‘Battelle Memorial Institute‘, que é uma instituição privada para o estudo científico de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento de materiais com memória molecular…
Os experimentos com o nitinol sob ‘influência psíquica’ teriam sido conduzidos numa área do Escritório de Pesquisa Naval (sigla em inglês – ONR), envolvendo cientistas como Fred Wang e Howard Cross. Anos mais tarde, o Comandante George Hoover confirmou que a Marinha dos EUA tinha estado se dedicando à engenharia reversa, usando para tal o material obtido em Roswell. Ele também disse que foram realizados experimentos em pesquisa psíquica, que foram colaborados pelo Dr. Fred Wang e também um outro experimento envolvendo o Dr. Howard Cross, que participou na década de 1950 da investigação oficial de OVNIs do governo dos EUA.
Numa entrevista em 1990, o General Arthur Exon, que serviu em 1960 na Força Aérea Wright-Patterson, confirmou a existência de relatórios confidenciais sobre o metal de Roswell. Exon disse estar ciente de alguns detalhes sobre a composição dos restos do OVNI e de uma variedade de testes que neles eram conduzidos, e que tal pesquisa resultou no nitinol. Além disso, Elroy John Center, outro envolvido no desenvolvimento de nitinol, mas que aparece nos títulos de um documento desclassificado, disse em 1992 que na década de 1960 trabalhou nos restos de um acidente com OVNI em Roswell…

Uri Geller, após 41 anos, relembra os estranhos eventos que ocorreram no Centro Naval de Armamentos de Superfície. O famoso mentalista lembra da participação de pelo menos dois cientistas que acompanharam o Dr. Eldon Byrd e que um deles tinha um nome oriental. Sobre o nitinol, Byrd disse que “se trata de uma tecnologia de espaçonave, algum tipo de tecnologia extraterrestre“… para a surpresa de Geller, que não acreditava completamente nesta informação, Byrd adiciona: “esta tecnologia foi encontrada em uma espaçonave.” Uri Geller disse que eles não contaram toda a verdade sobre uma série de experimentos conduzidos naquele dia, e talvez a CIA estivesse envolvida. Entre os intervalos das perguntas a ele apresentadas, Geller perguntou se era possível “voar uma espaçonave com a força da mente“… E aparentemente, de acordo com alguns pesquisadores, os militares estavam fascinados com a possibilidade de que a tripulação do OVNI de Roswell podia controlar alguns aparelhos da nave com suas mentes…
Uri Geller sabia que o NITINOL estava sendo desenvolvido pelo Battelle Memorial Institute.


Folha de nitinol.

FONTE: ufocon.blogspot.co.uk via Ovni Hoje

http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2014/07/uri-geller-e-o-metal-de-roswell-com.html

Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s