Revista militar destaca encontros da força aérea iraniana com UFOs

A Força Aérea da República Islâmica do Irã (IRIAF) já teria usado Tomcats F-14A para interceptar UFOs há décadas.

Um artigo na edição de outubro 2013, intitulada “UFO Hunters” descreve que F-14s foram usados ??pela força aérea durante os últimos vinte anos para “interceptar aeronaves estrangeiras e desconhecidas.”

O artigo explica que, quando o programa nuclear do Irã foi revelado, os EUA usaram veículos aéreos não tripulados (UAV) para reunir dados sobre as instalações nucleares, no outono de 2004.

IRIAF teria utilizado quatro F-4 e quatro F-14 por vinte e quatro horas por dia, por causa dessa presença dos UAV. Outros F-4 e F-14s foram mantidos em estado de alerta, e alguns outros voaram a noite toda para monitorar o espaço aéreo da região. Algumas naves não identificadas foram encontradas mas nada fora do comum.

OVNIs foram vistos várias vezes por radares fixos e radares aerotransportados. De acordo a revista Combat Aircraft Monthly, fontes iranianas descreveram que os UFOs “exibiam surpreendente características de vôo, incluindo a habilidade de voar fora da atmosfera e capacidade de pairar sobre os alvos”.

Essas naves também teriam emitidos altos níveis de energia magnética que interromperam os sistemas de navegação e radares. O artigo detalha ainda um desses encontros onde o equipamento foi afetado por um OVNI.

Em um caso ocorrido em novembro de 2004, a tripulação de um F-14A, armados com dois AIM-9JS e dois AIM-7E-4s, avistaram um objeto luminoso voando perto de Arak.

Quando o radar do jato AN/AWG-9 localizou o objeto, o piloto notou que o radar foi interrompido, provavelmente devido à alta energia magnética do objeto que tinha a capacidade de aumentar o poder das ondas de radar refletidas.

O piloto descreveu o objeto como sendo esférico e era tão poderoso que podia criar uma quantidade considerável de turbulência por trás dele.

Segundo os relatos, a tripulação do Tomcat conseguiu travar seu algo durante uma trajetória de vôo linear e constante. Uma vez que o piloto planejou lançar um AIM-7E-4 contra o objeto, o mesmo aumentou sua velocidade e, em seguida, desapareceu como um meteoro. 
O artigo também menciona um incidente de 2012, onde um F-14 subiu para interceptar um OVNI, mas segundos depois de decolar, o F-14 explodiu.

Outras tentativas utilizando F-4 e F-14s foram infrutíferas, então a IRIAF supostamente ordenou o fim de missões contra esses “objetos luminosos”. Tanto o Irã e a Rússia tem supostamente investigado estes UAVs extraordinários.

Mas após dois anos de investigação, o exército iraniano chegou a conclusão de que seriam simplesmente drones de inteligência dos EUA.

Nenhuma aeronave conhecida atualmente tem a capacidade de executar modos de voos como observados no Iran. Scramjet X-43A, da NASA estabeleceu um novo recorde mundial de velocidade de um jato mas ele não tem a capacidade de pairar.

É uma suposição natural de que os militares dos EUA tem aeronaves secretas e tecnologia que ainda está para ser reconhecida publicamente. Mas até que essa tecnologia incrível seja revelada, é impossível escrever conclusivamente que os UAVs no Irã sejam drones dos EUA.

FONTE: ARQUIVO UFO

 

Via: http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2013/10/revista-militar-destaca-encontros-da.html

Anúncios

Um comentário em “Revista militar destaca encontros da força aérea iraniana com UFOs

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s