Cafezal queimado depois de um grande clarão


O fato aconteceu na noite do Sábado (21/01) quando o lavrador, Delmar Luiz Tonini, 64 anos, proprietário da “Fazenda Tonini”, localizada a 12 km da cidade de Itamaraju, extremo Sul da Bahia, observou em uma noite estrelada um grande clarão, que veio de encontro a sua propriedade.


De acordo com Tonini ele teria entrado em contato com sua filha e explicou o que teria acontecido. A filha teria dito que possivelmente alguém estaria promovendo alguma festa e teria soltado fogos próximo a fazenda.

Não conformado com a explicação da filha, Tonini ficou observando se algo estranho voltasse acontecer.

Dias após o acontecimento, trabalhadores que estavam dando manutenção ao cafezal acharam estranho a formato de um circulo queimado na lavoura e informaram para Delmar.

Imediatamente ele compareceu ao local e constatou a veracidade da informação. Intrigado com a situação, resolveu procurar amigos da imprensa de Itamaraju e relatou o fato.

Veja o vídeo com a entrevista do radialista Sivaldo Miranda e o cinegrafista Lenio Cidreira.


Fonte do vídeo: leniocidreira


Via Ovni Hoje

O senhor Delmar disse que é preciso de 300 a 400 graus para torrar o café daquela maneira, se não foi o Sol  o que queimou o café daquela maneira? Acontecimento interessante e duvido que tenhamos respostas concretas de qualquer autoridade. 

Ravena
Anúncios

Obrigado por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s