Seja bem vindo ao Site Extraterrestres Arquivo – Volte Sempre

Arquivo para janeiro, 2013

Sir Patrick Moore afirma que não somos a única raça no universo

Sir Patrick Moore [1923-2012] defendia a exploração espacial e a busca por vida extraterrestre

Patrick Moore, astrônomo britânico e apresentador do famoso programa The Sky at Night, da BBC, autor de vários livros, tornou-se uma das mais queridas personalidades da Inglaterra por seu trabalho de divulgação científica. Falecido em 09 de dezembro de 2012 aos 89 anos de idade, fez inúmeras participações em outros programas, incluindo interpretar a si mesmo no episódio The Eleventh Hour, da quinta temporada da nova série de Doctor Who.

Moore apresentou o The Sky at Night desde a estréia do programa, em 1957, trazendo a astronomia ao alcance de todos. Antes disso, serviu na RAF [Real Força Aérea Britânica], durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1943 sua noiva, a enfermeira Lorna, morreu durante um bombardeio, e após a tragédia ele decidiu devotar sua vida a astronomia e divulgação científica.

Uma de suas últimas entrevistas foi para a revistaAll About Space, em que falou sobre sua longa carreira: “Sou fascinado por Saturno, e os lagos de Titã são muito interessantes. Também pela sonda Curiosity da NASA em Marte, mas se vai encontrar vida lá não sei. Se a vida existe em algum lugar então a encontraremos, mais cedo ou mais tarde”.

O astrônomo prossegue: “Acredito que a vida está lá fora. Somente nossa galáxia, a Via Láctea, possui 100 bilhões de estrelas. Existem inúmeras outras galáxias, e portanto a quantidade de estrelas é também imensa. Não podemos ser a única raça que existe, simplesmente não podemos. E provavelmente existem seres muito mais inteligentes que nós. Não podemos ir até eles, mas talvez eles possam nos visitar”. Depois ele acrescenta, rindo: “Mas discos voadores não!”.

Sir Patrick apresentou em The Sky at Night as maravilhas do sistema solar, muitas das quais observou por telescópio. Afirmou que há muito a explorar: “A lua Titã de Saturno, e o oceano subterrâneo de Europa, satélite de Júpiter. Nesse planeta, também a lua Calisto. O satélite Iapetus de Saturno também é estranho, com uma grande borda equatorial. Gostaria de visitar esses mundos, mas com uma passagem de volta. E seria ótimo visitar Marte”.

Moore defendia a exploração de Titã, onde defendia que pode existir vida em seus lagos de hidrocarbonetos. Também dizia que missões mais ambiciosas, para perfurar a capa de gelo de Europa e investigar seu oceano subterrâneo, deveriam ser planejadas. Sir Patrick Moore trabalhou com afinco para popularizar a astronomia e a ciência, e seu grande amigo Brian May, guitarrista da banda Queen, disse a seu respeito: “Nunca haverá outro Patrick Moore. Mas tivemos muita sorte de ter um”.

Saiba mais:

Livro: UFOs: Arquivo Confidencial

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 2

Fonte: Revista UFO


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 481 outros seguidores